Botafogo-PB e Campinense entram em campo nesta quarta

O Belo tem a vantagem de jogar em casa, mas só se classifica quem vencer. No caso de empate, o dono da vaga será definido nas cobranças de pênaltis

Nesta quarta-feira (2), Botafogo-PB e Campinense entram em campo no estádio Almeidão, em João Pessoa, às 20h30. Quem vencer a partida de semifinal vai enfrentar o Sousa.

O Belo tem a vantagem de jogar em casa, mas só se classifica quem vencer. No caso de empate, o dono da vaga será definido nas cobranças de pênaltis. A Raposa chega para o confronto depois de vencer o Atlético de Cajazeiras nos pênaltis na repescagem.

Para a partida desta noite, o time da estrela vermelha, dirigido por Gerson Gusmão, tem praticamente toda força máxima à disposição, mas algumas possíveis ausências dão indício que antes mesmo do fim do estadual o planejamento para a sequência da temporada já começou.

Leia Também

Na segunda (31), Thiago Santos, Cesinha, Ramon Tanque e Zulu treinaram separadamente e isso é indício de suas saídas após o término do estadual. De fora por lesão ficam os atacantes Bruno Gonçalves e Rafael Barros, além do lateral-esquerdo Lucas Gabriel, todos se recuperando de graves lesões no ligamento do joelho.

Do lado rubro-negro, Ranielle Ribeiro vem invicto no comando técnico do time que assumiu a partir da segunda rodada da competição. E se a defesa parece ter encontrado um norte, o ataque não consegue se encontrar e sofre bastante para criar jogadas de perigo. Ficam de fora do jogo os meias Edinho Corrêa e Renato Cruz, o volante Gabriel Pereira e o lateral-esquerdo Iago Leite, todos lesionados, assim como o volante Patrick, que se recupera de uma luxação no dedo do pé.

No jogo da primeira fase entre as duas equipes, empate por 1 a 1 no Amigão, com gols de Marcelinho para o Campinense, e Roniel fez o tento do Botafogo-PB. O Clássico Emoção ainda reserva uma escrita incômoda para a Raposa, que não vence o rival pessoense desde 2018, ou oito partidas.

Arbitragem

Tiago Ramos apita o jogo, auxiliado por Ruan Neres e Schumacher Marques. O quarto árbitro escalado é Josmarques Domingos.

Escalações

Botafogo-PB: Felipe, Rodrigo Ramos, Fred, Willian Machado, Tsunami; Amaral, Juninho (Pablo), Clayton, Marcos Aurélio; Luã Lúcio e Welton Felipe. Técnico: Gerson Gusmão.

Campinense: Mauro Iguatu, Felipinho, Michel Bennech, Cleiton, João Victor; Rafinha, Cleidson Pink, Marcelinho; Matheus Régis, Marcos Nunes e Cadu. Técnico: Ranielle Ribeiro.

Com informações da Voz da Torcida

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

#PUBLICIDADE#

Mais Lidas

Festival In-Edit começa nesta quarta com 50 documentários musicais

Toda a programação do festival pode ser consultada no site do In-Edit. Alguns filmes também poderão ser acessados na plataforma do Sesc Digital e no canal Tamanduá com acesso gratuito. Após o dia 28 de junho, 11 filmes nacionais ficarão disponíveis na plataforma Spcine Play, também com acesso gratuito.

Vacinado, João Azevedo começa a mexer peças no tabuleiro

O evento para a entrega de caminhões e equipamentos destinados à agricultura familiar no Centro de Convenções, em João Pessoa, mostrou nesta segunda-feira que após tomar as duas doses de Coronavac o governador João Azevedo quer se reaproximar da sua base política. Não que tenha estado tão distante, mas durante a pandemia as audiências foram suspensas e o contato olho no olho só retornou recentemente após o governador ser totalmente imunizado.

João Azevedo e o mapa de 2022

Esse é o x da questão. Tecnicamente, sua experiência é invejável, já politicamente, sua liderança está em construção, embora tenha passado por testes importantes.  Na fase inicial da gestão, lidou com a operação Calvário que arrastou Ricardo Coutinho e nomes importantes da primeira formação do seu secretariado saindo sem arranhões. O vendaval da operação emendou com a pandemia do Coronavirus e Azevedo após 14 meses fez o dever de casa sem prejudicar a gestão fiscal.

Wilson Santiago propõe pagamento de 12 meses de salário mínimo para desempregados com imposto arrecadado de grandes fortunas

Terá direito ao benefício, de um salário mínimo mensal, a pessoa comprovadamente desempregada, e obrigatoriamente inscrita em cursos de formação e capacitação profissional, com duração de até 12 meses. A proposta em análise na Câmara dos Deputados prevê a criação, por meio de lei complementar, do Imposto sobre Grandes Fortunas (IGF). O projeto tramita em caráter conclusivo e será analisado pelas comissões de Trabalho, de Administração e Serviço Público; de Finanças e Tributação; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.

Santa Rita é a primeira cidade da Paraíba a pagar a parcela do 13º salário

Receberam na última segunda-feira (7) os aposentados e pensionistas do Instituto de Previdência (IPREV) e nesta terça-feira (8) os servidores de todas as secretarias e órgãos do município. A cidade é a primeira na Paraíba a efetuar a operação, que injetará 4,7 milhões na economia municipal. “Mesmo diante dos efeitos da crise da pandemia, estamos conseguindo antecipar a primeira parte do décimo do funcionalismo para beneficiar famílias e a economia santa-ritense como um todo” - afirmou o prefeito.
#PUBLICIDADE#

ACHAMOS QUE VOCÊ VAI GOSTAR

#PUBLICIDADE#