27.1 C
João Pessoa

Documentário brasileiro ‘A Última Floresta’ é premiado no Festival de Berlim

Dirigido por Luiz Bolognesi e escrito com Davi Kopenawa, autor do livro "A Queda do Céu", o filme retrata uma aldeia ianomâmi isolada no norte do Brasil há mais de mil anos, em um território demarcado legalmente

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – O documentário brasileiro “A Última Floresta” venceu o prêmio do público da mostra Panorama no Festival de Berlim neste domingo (20).

Em texto no site oficial do festival, a produção foi elogiada por capturar “imagens poderosas, alternando observação documental e sequências encenadas, além de paisagens sonoras densas”.

Leia Também

Dirigido por Luiz Bolognesi e escrito com Davi Kopenawa, autor do livro “A Queda do Céu”, o filme retrata uma aldeia ianomâmi isolada no norte do Brasil há mais de mil anos, em um território demarcado legalmente.

O documentário, que também integrou o festival É Tudo Verdade, mostra a tentativa dos índios de proteger suas terras e evitar a invasão de garimpeiros, que levam à aldeia doenças desconhecidas.

Em decorrência da pandemia do coronavírus, o Festival de Berlim foi dividido em duas partes este ano. A primeira, que aconteceu em março, foi virtual, e voltada somente para os profissionais da indústria cinematográfica. Então, os vencedores das principais categorias foram anunciados em uma live.

Agora, em junho, os filmes enfim foram exibidos ao público de forma presencial, em 16 locais de Berlim. As projeções, que terminaram neste domingo (20), aconteceram ao ar livre, seguindo os protocolos de segurança contra a Covid-19.

O evento aconteceu em um momento em que a Alemanha enfrenta uma melhora nos sinais da pandemia, como foi enfatizado pelo próprio festival ao anunciar sua edição presencial.

“A diminuição das taxas de incidência [da Covid] em Berlim e o sinal das autoridades locais para acompanhar positivamente o pedido de um projeto-piloto com testes obrigatórios reforçaram a decisão da gestão do festival.”

#PUBLICIDADE#

Mais Lidas

PSDB decide adiar votação das prévias

O PSDB decidiu suspender a realização das prévias presidenciais neste domingo, em consequência de falhas no aplicativo pelo qual...

Palmeiras x Flamengo: veja escalações, desfalques e arbitragem

Palmeiras e Flamengo decidem neste sábado, às 17h (de Brasília), o título da Copa Libertadores de 2021. O clássico brasileiro será disputado no estádio...

As empresas paraibanas que ajudaram Dória na disputa do PSDB

Com tecnologia própria na realização de estudos de opinião 100% digital, a empresa presidida por Emanoelton Borges deixou Dória encantado. O deputado federal Ruy Carneiro foi quem fez a ponte com a equipe de marketing de João Dória que é coordenada pelo publicitário Eduardo Braga, especialista em redes sociais. 

URGENTE: Brasil fecha fronteiras para seis países africanos; Avanço de nova cepa da Covid

O governo Jair Bolsonaro segue recomendação da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) de proibir a entrada de viajantes. Chefe da Casa Civil, Ciro...

Juliette vira personagem de jogo online desenvolvido por estudante paraibano

“Tenho trabalhado cerca de 6 horas por dia no jogo, todos os dias. Criando o conceito, desenhos, animações, programação e gravando, editando pra postar no Instagram. [Na vida real] é lógico que ela vai sair campeã da casa, a quantidade de cactos [apelido dos fãs da participante] só vai aumentar e ela vai continuar sendo o fenômeno que é, mesmo após o fim do programa”, explica o estudante. 
#PUBLICIDADE#

ACHAMOS QUE VOCÊ VAI GOSTAR

#PUBLICIDADE#