Paraíba distribui mais 62 mil doses e avança na vacinação contra Covid-19

Este envio marca a conclusão da entrega de vacinas dos grupos de comorbidade, pessoas com deficiência permanente, trabalhador de educação básica, Forças de Segurança, salvamento e Forças Armadas

A Secretaria de Estado da Saúde (SES) distribuiu, neste sábado (19), mais 62.240 doses de imunizantes contra a Covid-19. Este envio marca a conclusão da entrega de vacinas dos grupos de comorbidade, pessoas com deficiência permanente, trabalhador de educação básica, Forças de Segurança, salvamento e Forças Armadas.

De acordo com o secretário de Saúde da Paraíba, Geraldo Medeiros, além de finalizar a entrega de alguns grupos prioritários, a SES também encaminhou as vacinas em resposta às Resoluções da Comissão Intergestores Bipartite (CIB) para os municípios que solicitaram ajuste de doses para trabalhador de saúde.

“Do total recebido da 25ª pauta de distribuição, 19% veio referente às Resoluções CIB de ajuste de denominador dos trabalhadores de saúde. A população que será atendida é de 7.150 pessoas. Também estamos entregando 100% das doses da população em situação de rua, a privada de liberdade e do trabalhador do Sistema de Privação de Liberdade, dando celeridade à campanha de vacinação contra a covid na Paraíba”, explica.

Leia Também

Foto: Reprodução

Dos imunizantes distribuídos neste sábado, 43.290 são do fabricante Pfizer/Comirnaty e 18.950 são do Sinovac/Butantan, ambos são para a aplicação como dose 1. Os demais seguem armazenados na SES para envio no tempo oportuno para aplicação da dose 2. Até o momento, a secretaria já distribuiu 1.911.688 doses das vacinas.

A secretaria orienta que os municípios que já concluíram a vacinação dos grupos prioritários vigentes devem avançar vacinando a população entre 59 e 18 anos, sem comorbidade, de maneira decrescente por faixa etária.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

#PUBLICIDADE#

Mais Lidas

Juliette vira personagem de jogo online desenvolvido por estudante paraibano

“Tenho trabalhado cerca de 6 horas por dia no jogo, todos os dias. Criando o conceito, desenhos, animações, programação e gravando, editando pra postar no Instagram. [Na vida real] é lógico que ela vai sair campeã da casa, a quantidade de cactos [apelido dos fãs da participante] só vai aumentar e ela vai continuar sendo o fenômeno que é, mesmo após o fim do programa”, explica o estudante. 

Sebrae PB e prefeitura de São João do Tigre criam perfil socioeconômico e empresarial da cidade

De acordo com os dados apresentados pelo perfil socioeconômico e empresarial de São João do Tigre, o município conta com 56 empresas ativas, sendo 96% delas pequenos negócios, ou seja, microempreendedores individuais (MEI), microempresas e empresas de pequeno porte. Ainda conforme os dados, no município 56% das empresas formais são do setor do comércio, 20% dos serviços, 7% da indústria e 7% do agronegócio.

Dois anos e meio, seis concursos: obra de engenheiro

Ao anunciar o concurso da Fundação PB Saúde onde serão ofertadas 4.401 vagas para área médica e técnica, o governador enterra de vez o modelo de contratação através de organizações sociais, que até gerou bons resultados, mas desviaram recursos públicos como mostrou a operação Calvário. 

O pacote de Cícero e os reflexos políticos

Cícero era cobrado nos bastidores para apresentar algo do gênero, pois venceu a eleição, prometendo colocar a cidade no século XXI. Ao lançar o programa, mostra que se preparou nos últimos cinco meses arrumando a casa para promover os avanços esperados. 

Julian Lemos: Bolsonaro não é santo nem mito

Ele diz que o governo está afundando porque o presidente é um especialista em transformar amigo em inimigo: "Perder um Sérgio Mouro, que é um homem de bem, é um exemplo de que esse homem não tem nada de santo, nem mito", bradou o parlamentar.
#PUBLICIDADE#

ACHAMOS QUE VOCÊ VAI GOSTAR

#PUBLICIDADE#