22.1 C
João Pessoa

Saúde alerta sobre a importância da investigação laboratorial das doenças causadas por mosquito

O diagnóstico desses agravos vem sendo ofertado pelo Laboratório Central de Saúde Pública (Lacen-PB) aos 223 municípios da Paraíba de maneira ininterrupta.

A Secretaria de Estado da Saúde (SES) fez um alerta sobre a importância da investigação laboratorial das doenças causadas por mosquito, em especial dengue, zika e chikungunya.

O diagnóstico desses agravos vem sendo ofertado pelo Laboratório Central de Saúde Pública (Lacen-PB) aos 223 municípios da Paraíba de maneira ininterrupta.

Leia Também

A investigação laboratorial é fundamental para a identificação dos sorotipos virais circulantes em cada município. O vírus da dengue, por exemplo, pode ser classificado em quatro sorotipos, a depender de sua gravidade, sendo conhecidos como: DENV-1, DENV-2, DENV-3 e DENV-4.

A detecção precoce do sorotipo circulante é relevante para o sistema de vigilância da dengue, além de ser um norte para a gestão no sentido de desencadear ações das vigilâncias ambiental e epidemiológica.

Além das arboviroses, outras doenças causadas por mosquitos também podem ser identificadas pelo Lacen, como a malária, filariose, leishmaniose, doença de Chagas pelo barbeiro e outras doenças parasitárias.

De acordo com o diretor geral do Lacen-PB, Bergson Vasconcelos, em setembro de 2020, a metodologia molecular para o diagnóstico das arboviroses e outros vírus respiratórios foi implantada no Lacen-PB. Isto possibilitou a realização dos diagnósticos no próprio estado, sem a necessidade do encaminhamento das amostras aos centros de referências nacionais.

Ele explica que, para atender aos diagnósticos laboratoriais de dengue, é necessário que sejam coletadas amostras de sangue, soro e plasma, seguindo os fluxos já estabelecidos para envio ao Lacen-PB.

“Para a realização da metodologia molecular, as amostras de soro ou líquor devem ser coletadas até o 5º dia do início dos sintomas. Caso a coleta seja realizada após o 6º dia do início dos sintomas, a metodologia indicada é a sorologia”, pontua.

Observando uma série histórica dos períodos pré-pandêmico, pandêmico e atual, levando em consideração as metodologias de diagnóstico, é possível encontrar o seguinte cenário:

Em 2019, ano pré-pandemia:
Zika (sorologia) = 1.211 testes/ Zika (biologia molecular) = 524 testes;
Dengue (sorologia) = 3.303 testes/ Dengue (biologia molecular) = 512 testes;
Chikungunya (sorologia) = 2.546 testes/ Chikungunya (biologia molecular) = 553 testes

Em 2020, primeiro ano com pandemia:
Zika (sorologia) = 2.141 testes / Zika (biologia molecular) = 313 testes;
Dengue (sorologia) = 3.413 testes / Dengue (biologia molecular) = 302 testes; Chikungunya (sorologia) = 3.907 testes / Chikungunya (biologia molecular) = 301 testes.

Primeiro semestre de 2021:
Zika (sorologia) = 2.540 testes / Zica (biologia molecular) = 211 testes, todos não detectados;
Dengue (sorologia) = 3.221 testes / Dengue (biologia molecular) = 220 testes, destes 42 detectados (02 casos Tipo I e 40 casos Tipo II);
Chikungunya (sorologia) = 3.490 testes / Chikungunya (biologia molecular) = 214 testes, destes 50 casos detectáveis.

Segundo Bergson Vasconcelos, é possível observar que no 1º semestre de 2021 já foram realizados 96% do total dos exames para as arboviroses do ano de 2020.

Ele reforça que o Lacen-PB segue firme e alerta em promover a vigilância laboratorial da Paraíba e encontra-se pronto para adequar os fluxos de trabalho de maneira a atender as demandas do cenário epidemiológico sinalizado pelas entidades de saúde pública.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

#PUBLICIDADE#

Mais Lidas

MADRUGADA DE TERROR: tiroteio e correria na Praça da Paz, nos Bancários; veja o vídeo

A madrugada não foi nada tranquila na Praça de Paz, no bairro dos Bancários, em João Pessoa. Vídeos que circulam...

Juliette vira personagem de jogo online desenvolvido por estudante paraibano

“Tenho trabalhado cerca de 6 horas por dia no jogo, todos os dias. Criando o conceito, desenhos, animações, programação e gravando, editando pra postar no Instagram. [Na vida real] é lógico que ela vai sair campeã da casa, a quantidade de cactos [apelido dos fãs da participante] só vai aumentar e ela vai continuar sendo o fenômeno que é, mesmo após o fim do programa”, explica o estudante. 

UNIMED nega testes da Covid para usuários do plano em João Pessoa

Em recente comunicado da Unimed João Pessoa para seus clientes, a operadora diz que há escassez de insumos necessários para realização de testes Covid....

Unimed-JP nega suspensão dos serviços de telemedicina em sua plataforma

O presidente da Unimed João Pessoa, Gualter Ramalho, disse nesta terça-feira ao portal F5 Online que não houve suspensão nos serviços de telemedicina da Cooperativa e sim uma expansão de atendimento.  Em nota enviada à redação do F5, Gualter Ramalho diz que "Em momento algum houve suspensão ou paralisação no atendimento dos serviços de medicina pela Unimed João Pessoa". 

Nas redes, Veneziano já é candidato a governador

O vice-presidente do Senado Federal ainda não confirmou se disputará ou não o Palácio da Redenção, mas as fotos divulgadas ao lado do presidenciável Lula (PT), nesta terça-feira (25), alimentam as discussões sobre a candidatura do emedebista com possível apoio do PT. Da parte da mãe de Veneziano, a senadora Nilda Gondim (MDB), não falta torcida. Em entrevista à Rede Mais Rádio, na noite de ontem, Nilda reforçou suas apostas na candidatura do filho e disse que ele tem aval do presidente nacional da legenda, Baleia Rossi. “Nosso presidente, Baleia Rossi, torce muito por Veneziano para que ele se lance ao Governo do Estado. Veneziano sempre esteve apto para isso. Ele perdeu uma grande oportunidade em 2014 e tem um grande sonho de ser governador do Estado [...] Acredito que nos próximos dias ele define isso. Acredito que não vai demorar. Ele está mantendo os contatos que precisa manter", disse Nilda.
#PUBLICIDADE#

ACHAMOS QUE VOCÊ VAI GOSTAR

#PUBLICIDADE#