23.1 C
João Pessoa

11 entidades da Polícia Civil repudiam atos de Virgolino e pedem que a Paraíba “abra os olhos”

Em nota, as entidades afirmam que "conhecem Walber Virgolino e sabem que seus projetos pessoais nunca ajudaram a Polícia Civil". Também dizem que a voz do deputado "não ecoa na instituição e muito menos é bem quista"

Onze entidades representativas da Polícia Civil paraibana emitiram, nesta sexta-feira (14), uma nota de repúdio contra o deputado estadual Walber Virgolino (Patriota), após o parlamentar chamar os agentes de ‘‘medíocres, fracos, moleques, desgraças e cornos’’ por aceitarem a proposta do governador João Azevêdo (Cidadania) de incorporação da bolsa desempenho e reajuste salarial.

Na nota, as entidades afirmam que “conhecem Walber Virgolino e sabem que seus projetos pessoais nunca ajudaram a Polícia Civil”. Também dizem que a voz do deputado “não ecoa na instituição e muito menos é bem quista”.

Leia Também

Por fim, pedem que a população da Paraíba “abra os olhos, pois os policiais civis já abriram”.

Confira:

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

#PUBLICIDADE#

Mais Lidas

MADRUGADA DE TERROR: tiroteio e correria na Praça da Paz, nos Bancários; veja o vídeo

A madrugada não foi nada tranquila na Praça de Paz, no bairro dos Bancários, em João Pessoa. Vídeos que circulam...

UNIMED nega testes da Covid para usuários do plano em João Pessoa

Em recente comunicado da Unimed João Pessoa para seus clientes, a operadora diz que há escassez de insumos necessários para realização de testes Covid....

Juliette vira personagem de jogo online desenvolvido por estudante paraibano

“Tenho trabalhado cerca de 6 horas por dia no jogo, todos os dias. Criando o conceito, desenhos, animações, programação e gravando, editando pra postar no Instagram. [Na vida real] é lógico que ela vai sair campeã da casa, a quantidade de cactos [apelido dos fãs da participante] só vai aumentar e ela vai continuar sendo o fenômeno que é, mesmo após o fim do programa”, explica o estudante. 

Suspeito de tentar assaltar policial militar é morto durante troca de tiros em João Pessoa

Um homem foi morto a tiros na tarde deste sábado (22), ao tentar assalta um policial militar na Praia do Sol, em João Pessoa....

Unimed-JP nega suspensão dos serviços de telemedicina em sua plataforma

O presidente da Unimed João Pessoa, Gualter Ramalho, disse nesta terça-feira ao portal F5 Online que não houve suspensão nos serviços de telemedicina da Cooperativa e sim uma expansão de atendimento.  Em nota enviada à redação do F5, Gualter Ramalho diz que "Em momento algum houve suspensão ou paralisação no atendimento dos serviços de medicina pela Unimed João Pessoa". 
#PUBLICIDADE#

ACHAMOS QUE VOCÊ VAI GOSTAR

#PUBLICIDADE#