João Pessoa 23.13ºC
Campina Grande 20.9ºC
Patos 23.41ºC
IBOVESPA 119630.44
Euro 5.8381
Dólar 5.441
Peso 0.006
Yuan 0.7498
152 municípios da PB recebem prêmio por baterem meta de 90% na campanha contra influenza
05/07/2023 / 09:04
Compartilhe:

O último levantamento da Secretaria de Estado da Saúde (SES) revela que 152 municípios paraibanos atingiram a meta geral de imunização, bem como a meta de grupo prioritário para a campanha de influenza 2023, ambas fixadas em 90% de cada grupo.

Os municípios que atingiram a meta são elegíveis para receber o incentivo financeiro do governo do estado que é de R$ 300,00, por sala de vacina municipal. Ao todo, foram 888 salas contempladas e o valor total da premiação é de R$ 266,4 mil, que serão pagos neste mês de julho.

A cobertura da Paraíba gira em torno de 89,26%, figurando entre os estados que mais vacinam em todo o país.

Até o momento, a Paraíba atingiu cobertura de três grupos prioritários: professores, com 97,71%; puérperas, com 97,98%; e trabalhadores da saúde, com 95,87%. O grupo prioritário de crianças está próximo de atingir a meta com 89,19%.

Quanto à cobertura da vacinação contra a influenza em todo estado, o percentual é de 89,26%, com homogeneidade de 78,47%, o que significa que dos 223 municípios, 175 já atingiram a meta da cobertura vacinal da campanha, sendo Cuité de Mamanguape o primeiro lugar do estado com 114,64% e Sapé o município com a menor cobertura vacinal, com 50,30%.

A SES fez a entrega de 1.468.930 doses da vacina aos 223 municípios do Estado. Foram aplicadas 1.432.487 doses, de acordo com o painel de vacinação do Ministério da Saúde. Vale ressaltar que o total de doses aplicadas nos grupos prioritários (crianças, trabalhadores da saúde, gestantes, puérperas, indígenas, idosos e professores), foram 1.006.107 doses, o que equivale a 89,26% da meta geral de 90%.

A chefe do núcleo de imunização da SES, Marcia Mayara, reforça que “para atingirmos a meta de 90% em todo estado, continuamos reforçando o empenho das gestões municipais no sentido de informar os dados de doses aplicadas da vacina influenza no sistema de informação SIPNI, no site da campanha (si-pni.saude.gov.br), diariamente”, lembrou.

A vacina atua minimizando a carga viral e prevenindo o surgimento de complicações decorrentes da doença (gripe), reduzindo os sintomas nos grupos prioritários. A SES reforça que é importante, a partir da análise dos dados de cada município, que os gestores adotem estratégias para melhorar a cobertura vacinal do público elegível para vacina, facilitando o acesso, adotando o não agendamento da vacinação, horários diferenciados para acesso da população no final de semana, busca ativa dos faltosos e a vacinação.