João Pessoa 23.13ºC
Campina Grande 21.9ºC
Patos 22.61ºC
IBOVESPA 121341.13
Euro 5.8132
Dólar 5.4301
Peso 0.006
Yuan 0.748
5 benefícios da computação em nuvem para pequenas e médias empresas
01/11/2023 / 10:02
Compartilhe:

O cenário de infraestrutura digital está evoluindo em um ritmo acelerado, e as Pequenas e
Médias Empresas (PMEs) também fazem parte dessa transformação. As PMEs estão
passando por uma rápida transição para a computação em nuvem, de acordo com o mais
recente relatório anual “State of the Cloud” da Flexera. O estudo revela que 53% das PMEs
em todo o mundo, com até 1.000 funcionários, agora gastam mais de US$ 1,2 milhão
anualmente em serviços de nuvem, um aumento de 38% em relação a dois anos atrás.

Vale destacar que a pandemia teve um papel significativo nesse movimento. Com a
necessidade de manter funcionários e data centers remotamente, 66% dos entrevistados
relataram que o uso da nuvem excedeu as expectativas iniciais. Além do mais, menos de
11% das empresas utilizam exclusivamente um único provedor de nuvem, com 89%
adotando uma abordagem multi-cloud, combinando diferentes serviços de nuvem para
atender às suas necessidades específicas. Isso inclui o armazenamento de arquivos,
software como serviço (SaaS) e execução de aplicativos empresariais.

Segundo Claudio Baumann, Diretor da Akamai Technologies para a América Latina, a
revolução digital está redesenhando a operação das pequenas e médias empresas (PMEs).
“Essa transformação vai além da tecnologia; trata-se de se adaptar a um ambiente em que
agilidade e inovação são fundamentais. A computação em nuvem é um habilitador essencial nessa jornada, oferecendo às PMEs as ferramentas de que precisam para prosperar.”

Ainda analisando esse cenário de crescimento no número de PMEs recorrendo a soluções
baseadas em nuvem, o especialista da Akamai Technologies, empresa de cibersegurança e
nuvem, ressaltou os cinco benefícios da cloud computing para as empresas de pequeno e
médio porte.

1. Escalabilidade e flexibilidade

A computação em nuvem permite às PMEs dimensionar seus recursos de TI de acordo com
suas necessidades em evolução, garantindo que possam se adaptar de forma ágil às
mudanças no mercado. Isso proporciona às empresas a capacidade de crescer ou reduzir
suas operações de acordo com a demanda, sem a necessidade de realizar investimentos
significativos em infraestrutura de TI. Essa flexibilidade é fundamental para que as PMEs
permaneçam competitivas e ágeis em um ambiente de negócios em constante mudança.

“As PMEs encontram na computação em nuvem um aliado estratégico. Essa tecnologia
permite que se ajustem de forma dinâmica às oscilações do mercado, expandindo ou
reduzindo operações de acordo com a demanda, tudo isso sem o ônus de investimentos
significativos em infraestrutura de TI. Essa adaptabilidade é a âncora da competitividade e agilidade contínuas das PMEs em um ambiente empresarial em constante mutação”,
analisa Baumann.

2. Economia de custos

Ao adotar a nuvem, as empresas podem se afastar do modelo tradicional de TI intensivo em capital, onde é necessário investir em hardware e infraestrutura dispendiosa. Em vez disso, as PMEs podem optar por um modelo de pagamento conforme o uso na nuvem, o que significa que pagam apenas pelos recursos que realmente utilizam.

“Essa abordagem proporciona uma economia significativa em custos iniciais, liberando recursos financeiros que podem ser direcionados para outras áreas críticas do negócio, como inovação, expansão e atendimento ao cliente”, acrescenta Claudio.

3. Segurança aprimorada

A cibersegurança é uma das principais preocupações das PMEs. Com o aumento das
ameaças e um mundo digitalmente conectado, proteger dados é fundamental. As
avançadas funcionalidades de segurança da nuvem, combinadas com a expertise de
empresas acostumadas em mitigar ameaças cibernéticas, proporcionam uma defesa
robusta. As PMEs podem focar em seus negócios principais, sabendo que seus ativos
digitais estão seguros.

4. Continuidade dos negócios

Claudio afirma que as interrupções podem acontecer a qualquer momento. Seja um
desastre natural ou um incidente cibernético, manter a continuidade dos negócios é
fundamental. Os serviços em nuvem garantem que as PMEs possam manter suas
operações em andamento, evitando tempos de inatividade custosos e protegendo sua
reputação.

5. Acesso a tecnologias avançadas

As PMEs frequentemente enfrentam restrições orçamentárias ao adotar tecnologias
avançadas. Com a nuvem, elas podem acessar ferramentas e aplicativos de ponta sem o
custo proibitivo. Os serviços de nuvem capacitam as PMEs a aproveitar tecnologias como
inteligência artificial, machine learning e IoT, proporcionando-lhes uma vantagem
competitiva.

No cenário empresarial dinâmico e em constante evolução do Brasil, várias pequenas e
médias empresas (PMEs) têm se destacado como exemplos notáveis de inovação,
resiliência e sucesso. Essas empresas têm demonstrado a capacidade de enfrentar
desafios, aproveitar oportunidades e se destacar em seus respectivos setores.

Neste contexto, algumas delas têm aproveitado a tecnologia, incluindo a computação em
nuvem, para impulsionar seu crescimento e alcançar excelência em seus campos de atuação. Elas não apenas utilizam a computação em nuvem para otimizar suas operações,
mas também se tornaram líderes em seus respectivos setores. Elas demonstram como a
tecnologia pode ser uma ferramenta poderosa para impulsionar o sucesso.

Como destaca Claudio, “a revolução digital não é apenas sobre tecnologia; é sobre
agilidade e inovação. A computação em nuvem é um habilitador essencial que capacita as
PMEs a prosperar em um ambiente de constante mudança.” À medida que o cenário
empresarial continua a evoluir, a computação em nuvem continuará desempenhando um
papel vital no sucesso das PMEs. Com visão e a adoção estratégica da nuvem, as PMEs
brasileiras estão bem posicionadas para enfrentar os desafios e aproveitar as oportunidades do futuro.