João Pessoa 29.13ºC
Campina Grande 26.9ºC
Patos 33.5ºC
IBOVESPA 119788.47
Euro 5.8034
Dólar 5.4079
Peso 0.006
Yuan 0.7455
A cirurgia da orelha com cartilagem da costela é segura?
02/03/2023 / 19:12
Compartilhe:

Uma das formas de reconstrução da orelha é por meio da técnica que utiliza a cartilagem da costela do próprio paciente para o esculpimento e um molde de uma estrutura que se assemelha à orelha original. Como qualquer outra cirurgia, esse é  um procedimento complexo. Saiba mais sobre essa técnica.

A retirada da cartilagem é feita por meio de uma incisão no tórax do paciente, e nesse procedimento, é preciso que o cirurgião tenha máxima atenção para que consiga fazer a retirada da cartilagem sem lesionar a película que recobre o pulmão

Por ser um procedimento cirúrgico de retirada de cartilagem é comum que o paciente sinta um desconforto no pós operatório associado a dor local. Evidentemente, a região ficará uma com uma cicatriz, cujo aspecto estético dependerá da técnica empregada e da própria cicatrização do paciente, seja na cirurgia da orelha, como também na retirada. Geralmente, essa técnica é usada para correção de casos de microtia, orelha constrita, criptotia e amputação traumática auricular.

É importante lembrar que a quantidade de cartilagem retirada deve ser estudada pelo profissional, uma vez que se feita em excesso, pode existir deformidade da parede do tórax.

Decisão de melhor técnica de reconstrução de orelha deve ser tomada com o médico

Existem diferentes métodos para reconstruir a orelha, por isso, é bem importante conhecer os benefícios e os riscos de cada um deles.

A reconstrução da orelha com cartilagem da costela é um procedimento seguro, mas como em qualquer procedimento cirúrgico, existem alguns riscos associados que devem ser considerados.

Os riscos potenciais incluem dor e desconforto pós-operatório, inchaço, hematomas, infecção, cicatrizes e reações alérgicas à anestesia. Em casos raros, pode haver complicações como sangramento excessivo, necrose de tecidos, deformidades e falha na reconstrução.

No entanto, com um cirurgião experiente em trauma de face e a preparação adequada do paciente, os riscos podem ser minimizados. O sucesso da cirurgia depende de vários fatores, incluindo a qualidade da cartilagem da costela colhida, a técnica cirúrgica utilizada, a avaliação precisa da forma e tamanho da orelha e o seguimento cuidadoso do pós-operatório.

Discuta sobre os riscos e benefícios potenciais da cirurgia com o cirurgião e tire todas as suas dúvidas. Com a ajuda do seu médico, vocês serão capazes de escolher em conjunto a melhor alternativa de acordo com o seu quadro.