João Pessoa 24.13ºC
Campina Grande 21.9ºC
Patos 25.57ºC
IBOVESPA 128150.71
Euro 5.5439
Dólar 5.1031
Peso 0.0058
Yuan 0.7064
ALERTA: Saúde reforça cuidados de prevenção e controle contra a covid-19
14/11/2022 / 18:58
Compartilhe:

A Secretaria de Estado da Saúde (SES) divulgou nesta segunda-feira (14) uma Nota Informativa reforçando as orientações de isolamento e cuidados individuais contra a covid-19. As recomendações têm como base o aumento de notificações de casos e a circulação de duas sublinhagens do vírus (BQ.1* e BA.5.3.1) em outros estados. O uso de máscaras, a higiene das mãos, a vacina em tempo oportuno e o isolamento de pacientes entre 5 e 10 dias são os cuidados apontados no documento de orientação.

A nota orienta que em caso de sintomas seja realizada a testagem para diagnóstico e isolamento de casos positivos. Os testes também são importantes para que seja feito o sequenciamento genético e identificação de variantes em circulação. Em relação ao isolamento, devem ser  seguidos os critérios: até 7 dias completos do início dos sintomas, caso a pessoa não apresente febre e não faça uso de medicamentos antitérmicos há 24h; até 5 dias completos do início do sintoma em caso de teste indetectável  desde que permaneça afebril, sem o uso de medicamentos para controle da febre há pelo menos 24 horas e sem sintomas respiratórios.

Caso a pessoa permaneça sem melhora dos sintomas respiratórios, ou tiver febre no 7º dia completo após o início dos sintomas, ou apresente novo exame positivo para SARSCoV-2 realizado a partir do 5º dia completo do início dos sintomas, deve ser mantido o isolamento respiratório domiciliar até o 10º dia completo.

De acordo com a secretária de estado da Saúde, Renata Nóbrega, o intuito da SES é reforçar as medidas sanitárias já conhecidas e, sobretudo, as coberturas vacinais contra a covid-19. “Orientamos a população que intensifique a higiene das mãos, seja pela lavagem, ou pelo uso de álcool a 70%, que façam uso de máscara em ambientes fechados, mal ventilados, locais com aglomeração e nos serviços de saúde. Reforçamos ainda que quem está com dose de vacina covid-19 atrasada, ou já está em tempo de receber alguma etapa do esquema vacinal, procure a sala de vacinação mais próxima para atualizar o cartão de vacinas, de acordo com a faixa etária”, ressalta.

Renata reforça ainda que as máscaras podem ser usadas para a proteção pessoal ou para controle da fonte, que é quando alguém infectado ou sintomático faz uso para prevenir transmissão a outras pessoas. Também é recomendada a utilização para pessoas com fatores de risco para complicações do vírus, em especial imunossuprimidos, idosos, gestantes e pessoas com múltiplas comorbidades, principalmente em situações de maior risco de contaminação como ambientes pouco ventilados e com maior concentração de pessoas.

Em relação à vacinação, a procura pela vacina contra a covid-19 pela população acima de 30 anos é baixa. Atualmente, 2.223.463 pessoas são elegíveis na Paraíba para tomar a segunda dose de reforço, no entanto, foram registradas 448.298 doses aplicadas, o que indica que penas 20% desta faixa etária completou o esquema vacinal. Já em relação à população acima de 12 anos, que toma três doses, o total populacional é de 3.387.831 e até o momento 2.092.332 tomaram a terceira dose, o que corresponde a 62,27% da população alvo. Lembrando que a meta preconizada pelo Ministério da Saúde é de 90% de cobertura vacinal e cada faixa etária.

A secretária de Saúde adianta que, para melhorar o acesso da população às vacinas, será realizado um dia D de vacinação contra a contra a covid-19. “Vamos realizar no sábado dia 26 de novembro um dia de mobilização, nas mais de mil salas de vacinas em toda a Paraíba. O Dia D é para atender a população que por algum motivo não pode comparecer durante a semana para tomar a sua dose de proteção contra o vírus. Contaremos com os esforços dos municípios paraibanos e com a adesão da população para que possamos aumentar as nossas coberturas vacinais e assim manter todos mais seguros”, anunciou.