João Pessoa 22.13ºC
Campina Grande 20.9ºC
Patos 20.93ºC
IBOVESPA 121341.13
Euro 5.8132
Dólar 5.4301
Peso 0.006
Yuan 0.748
Após Tião e Galego Souza, Eduardo Carneiro desiste de disputar presidência da ALPB e apoia Adriano
23/12/2022 / 11:23
Compartilhe:

O deputado estadual reeleito Eduardo Carneiro (Solidariedade) não é mais pré-candidato à presidência da Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB). Ele vai apoiar a candidatura do atual presidente, Adriano Galdino (Republicanos).

Segundo Carneiro, as ideias que defendia para o novo momento da Casa foram incorporadas em busca de consenso com o grupo de Galdino.

Inicialmente, havia a expectativa de que o Republicanos conseguisse o primeiro biênio com o deputado Branco Mendes na presidência da Mesa Diretoria, e Adriano no segundo. Galdino, no entanto, não descarta disputar os dois biênios e acionou a Procuradoria-Geral da ALPB para que emita um parecer jurídico indicando a possibilidade.

“Decisões recentes do Supremo Tribunal Federal indicam que quem foi eleito antes de janeiro de 2021 não estaria impedido de disputar novamente o cargo”, justificou Adriano.

Eduardo Carneiro contou que a decisão foi tomada após entendimento com parlamentares e lideranças que o apoiavam, como o deputado federal Aguinaldo Ribeiro e o prefeito de João Pessoa, Cícero Lucena, ambos do Progressistas, e também com o deputado estadual Taciano Diniz (União Brasil).

Eduardo Carneiro e Taciano Diniz (União Brasil) confirmam apoio a Adriano Galdino durante encontro em João Pessoa, na quarta-feira (21.12)

Antes de Carneiro, o deputado Tião Gomes (PSB) também já tinha aberto mão de disputar a presidência da Assembleia e anunciou que apoiaria Branco Mendes no 1º biênio e Galdino no 2º biênio.

Diplomado nesta semana para um novo mandato na Casa, o parlamentar já dá, no entanto, indicações de que pode apoiar a candidatura de Adriano caso o atual presidente dispute o primeiro biênio.

“Ele [Adriano] conseguiu unificar a grande maioria dos deputados com o seu poder de articulação e histórico de um gestor que respeitou todos os colegas de parlamento. Portanto, ele tem o meu total e irrestrito apoio. E, caso Adriano queira disputar o primeiro biênio, também terá o meu voto”, comentou Tião.

O deputado estadual Galego Souza (Progressistas), que tinha intenção de disputar a presidência da Mesa Diretora no segundo biênio, também recuou e anunciou que vai apoiar Branco Mendes para o 1º biênio e Adriano Galdino para o 2º biênio.

Em comunicado divulgado, Galego afirmou que sua candidatura “nunca foi empecilho para nenhuma outra, nunca tivemos um projeto pessoal, e foi justamente pensando no grupo, no consenso e na disputa salutar que tomamos essa decisão”.