João Pessoa 26.06ºC
Campina Grande 21.75ºC
Patos 29.4ºC
IBOVESPA 123710.67
Euro 5.5969
Dólar 5.1594
Peso 0.0058
Yuan 0.7121
Bancada federal da Paraíba define 15 ações prioritárias para destinação de emendas em 2023
11/11/2022 / 12:38
Compartilhe:

Um total de R$ 300 milhões em emendas coletivas da bancada paraibana no Congresso Nacional serão destinadas a 15 obras consideradas prioritárias após reunião entre o grupo. As emendas são fruto de ações apresentadas pelos entes federativos e das sugestões recebidas pelas entidades estaduais.

A bancada paraibana é composta por 12 deputados e três senadores. Cada parlamentar destina cerca de R$ 19 milhões. O valor específico por cada uma das iniciativas, porém, será definido durante a apresentação final da proposta na segunda-feira (14).

Para o senador eleito e coordenador da bancada, Efraim Filho (União Brasil-PB), entre as obras destacam-se o projeto S.O.S. Triplicação BR230 na região metropolitana da capital, a iniciativa para viabilizar o Hospital de Trauma do Sertão e o Hospital da Criança em Campina Grande.

“Passada a eleição, as disputas devem ficar para trás e a bandeira da Paraíba é que deve ficar em primeiro lugar na ordem de importância para a bancada federal”, comenta.

Das 15 iniciativas e obras priorizadas nas emendas, destacam-se:

Na área da saúde, cinco iniciativas: o Hospital de Trauma do Sertão, o Hospital da Criança e o Hospital Help, ambos em Campina Grande, o custeio de ações de atenção básica e o custeio de ações de média e alta complexidade para os municípios.

Na educação foram quatro iniciativas: investimentos para as quatro grandes entidades de ensino na Paraíba: UFPB, UFCG, UEPB e IFPB, com recursos destinados à modernização da infraestrutura dos centros universitários.

Em infraestrutura e mobilidade, foram três iniciativas: a destinação de recursos para a BR-230 entre João Pessoa e Cabedelo, com o projeto S.O.S. Triplicação; a construção do Arco Metropolitano que interliga a BR 230 e a BR101, apresentado pelo Governo do Estado; a reforma e ampliação dos mercados públicos de João Pessoa, apresentado pela prefeitura da capital, e o 3° eixo da transposição do São Francisco, Ramal Piancó, que já conta com recursos do orçamento do ano anterior para o desenvolvimento do projeto.

Na área de agricultura, pesca e desenvolvimento sustentável regional, foram duas iniciativas: aquisição de máquinas e equipamentos agrícolas destinados ao Estado e aos municípios, para reforçar as ações na zona rural e estimular a agricultura familiar, e recursos para a construção de uma escola modelo de embarcações, de acordo com importante arranjo produtivo local e vocação econômica da região litorânea de Cabedelo.