João Pessoa 24.13ºC
Campina Grande 22.9ºC
Patos 22.59ºC
IBOVESPA 121802.06
Euro 5.6812
Dólar 5.2896
Peso 0.0058
Yuan 0.7301
Banho Solidário Sampa vira filme e concorre a prêmio de cinema na França
10/05/2024 / 12:54
Compartilhe:
ONG que leva dignidade a pessoas em situação de rua na cidade de São Paulo foi transformada em um filme e está concorrendo a prêmio do festival Megacities Shortdocs

O Banho Solidário Sampa, que tem o objetivo de levar dignidade para as pessoas em situação de rua, foi transformado em um filme e está concorrendo a um prêmio de cinema na França, no festival Megacities Shortdocs.

O curta/documentário “Washing Souls”, que mostra as atividades da ong, está entre os três finalistas do festival.  “Existem várias categorias e serão exibidos cerca de 15 filmes. O curta sobre o Banho Solidário Sampa está na categoria de melhor curta/documentário de Megacities e concorre entre os três melhores”, diz Rafael Machado, filmaker e produtor do curta.

O Megacities Shortdocs é um festival de curtas que acontece desde 2014. Tem como tema o cotidiano das megacidades, com mais de 1 milhão de habitantes, com foco em histórias envolvendo cidadãos, situações possíveis de ser denunciadas, principais desafios a serem enfrentados e ações de impacto. “Já nos sentimos vitoriosos porque estar entre os três curtas escolhidos é sensacional e levar ao mundo a realidade das pessoas em situação de rua do nosso país é fundamental para que mais ações como a do Banho Solidário Sampa surjam”, comenta Machado.

Premiação

A premiação acontecerá no dia 23 de maio, num cinema em Paris (Mk2 Quai de Seine 75019 Paris). Na ocasião, serão exibidos todos os documentários, nas categorias Best Shortdocs (com quatro concorrentes), Best Megacities Shortdocs (com três concorrentes, dentre os quais o Washing Souls), Best Students Shortdocs (com três concorrentes, sendo um dos quais mais um brasileiro, o curta “Nunca foi só futebol”), The Greater Paris Metropolis Prize (com três concorrentes) e Happy Proximity Prize (com três concorrentes, sendo um deles um curta brasileiro, o “The Corn Hill”).

Participam do festival curtas de todos os continentes, a exemplo de países como Filipinas, Alemanha, Estados Unidos, Indonésia, Índia, França, Egito e Brasil.

Por que o Banho Solidário virou um curta

O Banho Solidário Sampa é um projeto que oferece banho para as pessoas de forma gratuita, além de alimentação, roupas, cortes de cabelo e o banho para pets, que inclui atendimento veterinário, tosa, vacinas e ração.  “Eu achei o banho fantástico por conta da causa. Todos os projetos são sempre bem-vindos, mas nós vemos muitos deles voltados a doações materiais, como comida e roupas, que são muito importantes, mas a questão do banho me atraiu por não ser algo comum. Ele é mais complexo, exige uma boa estrutura e é mais custoso, talvez seja por isso que não tenha tantos projetos desse tipo”, explica Machado.

O projeto mantém uma estrutura completa para ser realizado com sucesso, trazendo de volta dignidade a população em situação vulnerável. “Depois de ver toda a organização nas redes sociais, o engajamento, os vídeos e o brilho no olho do pessoal que faz parte, vi que o projeto tinha não só o tema e uma organização legal, como uma energia sensacional. Então, isso foi o que me cativou mais”, informa.

Processo de criação do filme

O filme teve algumas semanas de pré-produção e, por ser um projeto independente, houve limitações no orçamento e necessitou de um grande planejamento. A captação, em tese, seria uma fase mais curta, mas os planos acabaram mudando. “Com o tempo, percebi que o projeto era mais interessante do que eu imaginava, pois havia muitas coisas interessantes para mostrar. Por conta disso, acabei em várias diárias com a ajuda de minha esposa e de meus colegas”, elucida Machado.

O filme tem a duração de quatro minutos, mas a versão estendida já está sendo produzida. O processo durou em torno de dois meses.

Reconhecimento

Paulo Fernandes, fundador do Banho Solidário Sampa e presidente da ong, diz que o filme é um reconhecimento para todos os voluntários que se dedicam ao trabalho social. “É muito bonito podermos mostrar ao mundo o que fazemos com tanto carinho e calor humano, Nossa esperança é a de que, um dia, o Banho Solidário não seja mais necessário, porque queremos que todas as pessoas tenham um lar e não precisem mais viver em situação de rua. Mas, enquanto isso não acontece, nossa ideia é a de inspirar outras ações, em mais cidades, já que há uma enorme diferença entre ‘se lavar’ e tomar um banho. Nesse caso, a dignidade de muitos depende da solidariedade de alguns”, finaliza.

Banho Solidário Sampa

A ação social Banho Solidário Sampa nasceu da união de nove amigos, que se conheceram em outros trabalhos voluntários. Oferece banho, cortes de barba e cabelo, roupas e calçados (que os atendidos mesmos escolhem, em araras disponíveis), kits de higiene pessoal, lanche (composto por sanduíche, ovo cozido, leite com chocolate, bolo, fruta, café), livraria solidária, atendimento médico e banho para os pets. Além das ações de banho, duas vezes por semana os voluntários entregam kits de lanches a pessoas em situação de rua.

A ação Banho Solidário Sampa faz parcerias com outras entidades para, cada vez mais, ampliar os serviços prestados à população necessitada, unindo forças.

São realizadas duas ações sociais por mês, em regiões de grande concentração populacional, com a finalidade de atrair quem realmente precisa de ajuda.

A ação visa ao atendimento humanizado, com carinho e respeito às pessoas em situação de rua.

O Banho Solidário Sampa conta com apoio logístico do CET – Companhia de Engenharia de Tráfego e patrocínio de empresas como Petz, Royal Canin, Blindex, Hidra Pet Society, Casa Victoriana, Dr. Shape Franchising, Instituto Ana Hickmann e Lorenzetti, além do apoio da Equipe Seguros, CatXpress e Buffet Marcelo Gussoni. A Uapê Comunicação é a assessoria de imprensa voluntária do Banho Solidário Sampa.