João Pessoa 23.89ºC
Campina Grande 18.49ºC
Patos 21.37ºC
IBOVESPA 122636.96
Euro 5.8017
Dólar 5.39
Peso 0.006
Yuan 0.7422
Bolsonaro deve desistir de impeachment contra Barroso, avaliam auxiliares palacianos
25/08/2021 / 20:50
Compartilhe:

Apesar de o governo ter começado, nesta semana, a trabalhar em cima de uma peça de impeachment contra Luís Roberto Barroso, ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) e presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ao que tudo indica, o presidente Jair Bolsonaro deverá desistir da investida contra o ministro. A informação foi repassada por pelo menos três fontes à coluna da jornalista Carla Araújo, do UOL.

O recuo, no entanto, pode ser temporário e dependerá de novas ações vindas por parte da Suprema Corte.

Um dos motivos para a desistência seria a dificuldade de encontrar embasamento jurídico para o afastamento de Barroso. O Planalto não quer repetir o que aconteceu com o pedido de impeachment de Moraes. Mesmo tendo supostamente mais indícios, a peça recebeu diversas críticas jurídicas e foi rejeitada pelo presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), nesta quarta-feira (25).

Auxiliares do presidente também avaliam que seria uma investida sem eficácia e que insistir com o impeachment de mais ministros só comprometeria a aprovação de André Mendonça (indicado por Bolsonaro) para uma vaga no STF.

Da Redação com UOL e Folha de S. Paulo