João Pessoa 21.13ºC
Campina Grande 18.9ºC
Patos 20.65ºC
IBOVESPA 128896.98
Euro 5.9176
Dólar 5.4291
Peso 0.0059
Yuan 0.7487
Campinense e Aparecidense-GO disputam título pela série D neste sábado
13/11/2021 / 12:15
Compartilhe:

Os times Aparecidense-GO e Campinense-PB realizam neste sábado (13), às 16h, o segundo e decisivo jogo da final da Série D no estádio Annibal Batista de Toledo, em Aparecida de Goiânia (GO), com transmissão ao vivo da TV Brasil.

O Camaleão (apelido da equipe goiana) tem a vantagem do empate, já que venceu a partida de ida por 1 a 0 no Amigão, em Campina Grande (PB), há uma semana. À Raposa (como é conhecido o clube paraibano) só a vitória por dois ou mais gols assegura o título no tempo normal. Caso o time nordestino ganhe por um gol de saldo e iguale o placar agregado, a decisão será nos pênaltis.

Em 13 edições da Série D, é a oitava vez que alguma equipe vence o jogo de ida da final e sai na frente na busca pelo título. O retrospecto é favorável à Aparecidense, já que em cinco destas ocasiões, o time que ganhou o primeiro duelo levantou a taça. Somente em 2009 e 2013 o clube em desvantagem obteve a virada. Neste último, o responsável foi justamente um representante paraibano – assim como o Campinense. Na ocasião, o Botafogo-PB perdeu por 2 a 1 para o Juventude, em Caxias do Sul (RS), mas ganhou por 2 a 0 em João Pessoa e se sagrou campeão.

O título, independente de quem conquistá-lo, será inédito. A Aparecidense pode se tornar o quarto clube goiano (e o primeiro no interior) a ser campeão nacional, repetindo Goiás (duas Séries B), Atlético-GO (uma Série B e duas Série C) e Vila Nova (três Séries C). O Camaleão faria de Goiás o décimo estado a ter um título de Série D, juntando-se a Ceará, São Paulo, Minas Gerais (duas taças cada), Santa Catarina, Pará, Paraná, Maranhão e Paraíba.

Já o Campinense pode repetir o Botafogo-PB, até o momento o único time paraibano com título brasileiro no currículo. A conquista da Raposa igualaria a Paraíba ao Ceará no topo das estatísticas da divisão – ambos teriam duas taças e um vice.

Agência Brasil