João Pessoa 24.13ºC
Campina Grande 22.9ºC
Patos 31.95ºC
IBOVESPA 118990.25
Euro 5.8576
Dólar 5.4546
Peso 0.006
Yuan 0.7516
Carcereiro da Polícia Federal onde Lula ficou detido declara voto ao petista
09/10/2022 / 11:26
Compartilhe:

O agente federal Jorge Chastalo Filho, carcereiro do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), na Superintendência da Polícia Federal em Curitiba, declarou que vai apoiar o ex-presidente no segundo turno das eleições presidenciais.

O ex-chefe do Núcleo de Operações da Polícia Federal na capital paranaense, disse ao colunista ao portal “Uol”, que votará em Lula “diante da tragédia que estamos vivendo” e “com todo vigor no peito”.

Chastalo, que hoje atua como adido da PF em Lima, no Peru, ficou conhecido por quase sempre aparecer nas imagens durante os 580 dias em que o petista esteve preso pela Lava Jato.

Na conversa com o “Uol”, Jorge Chastalo afirmou que Lula não esteve deprimido em nenhum momento da detenção, que sempre foi humilde e demonstrou gratidão por cada um que esteve ao seu lado.

Sobre o presidente Jair Bolsonaro (PL), Chastalo usa uma frase de Ulysses Guimarães sobre a ditadura para resumir: “tenho nojo”, diz ele, que trabalha em um livro sobre a permanência de Lula na sede da PF.

F5 Online com informações de O Tempo