João Pessoa 23.13ºC
Campina Grande 21.9ºC
Patos 21.97ºC
IBOVESPA 126548.34
Euro 5.8882
Dólar 5.4714
Peso 0.006
Yuan 0.7527
Caso Kelton: Ex-prefeito de Catolé do Rocha vai acionar Justiça após Sikêra Jr dizer que político estaria escondendo Ruan Macário
11/11/2021 / 13:33
Compartilhe:

O ex-prefeito de Catolé do Rocha, José Otávio Maia de Vasconcelos, mais conhecido como Zezito Maia, informou que vai acionar meios jurídicos após o apresentador Sikêra Junior afirmar em rede nacional, nesta quarta-feira (10), que o empresário Ruan Macário estaria escondido na Fazenda Olho D’Água, em Catolé do Rocha, propriedade rural de Zezito.

Ruan é foragido da Justiça com mandado de prisão em aberto. Ele é o principal suspeito pelo assassinato do motoboy Kelton Marques, atropelado na madrugada do dia 11 de setembro deste ano, no Retão de Manaira, em João Pessoa.

De acordo com o titular da Delegacia de Crimes contra a Pessoa de João Pessoa, Rodolfo Santa Cruz, seria “prudente” que o Judiciário intimasse Sikêra para saber como a informação foi obtida, antes de pedir uma ordem de busca ao local apontado pelo apresentador da RedeTV.

Na noite desta quarta-feira, Zezito Maia divulgou uma nota em que repudia as acusações e chama de “absurda e irresponsável” os comentários feitos por Sikêra.

O crime

Há exatos dois meses o motoboy Kelton Marques era atropelado e morto durante uma colisão no Retão de Manaíra, em João Pessoa. O principal suspeito do crime, o empresário Ruan Macário, que estava alcoolizado e avançou o sinal vermelho, fugiu do local do crime sem prestar socorro e ainda não foi preso. Ele conduzia o veículo a mais de 160km/h.

De acordo com o titular da Delegacia de Crimes contra a Pessoa de João Pessoa, Rodolfo Santa Cruz, o inquérito está concluído e os trabalhos em busca do foragido seguem acontecendo.

Nota do ex-prefeito de Catolé do Rocha e ex-deputado estadual, Zezito Maia:

Tomei conhecimento, ainda na noite de hoje, de um factoide absurdo divulgado nacionalmente pelo apresentador Sikera Júnior, na REDETV e todas as redes sociais, que eu, em minha propriedade rural, estaria escondendo a pessoa de Ruan Macário, que está respondendo a processo criminal. 

Estapafúrdia, absurda, irresponsável e criminosa a matéria jornalística e todos os envolvidos responderão judicialmente pelo delito. É um ato criminoso contra minha honra e buscarei todos os meios jurídicos necessários para repará-la! 

Não passa de uma deslavada mentira contra minha pessoa, minha honra e minha família. 

Essa infâmia gratuita e delituosa me deixa profundamente indignado, por ser eu uma pessoa pública, com família constituída e sem mácula alguma em toda minha trajetória, de sempre defender os mais humildes contra a violência e em defesa da paz social. 

Ao tempo em que agradeço aos amigos e amigas a solidariedade já manifestada contra essa cretinice, reafirmo que tudo o que faço é trabalhar com dignidade e honradez, maior patrimônio e legado que deixarei para minha família.

José Otávio Maia de Vasconcelos.

Catolé do Rocha, Paraíba, 10 de novembro de 2021.