João Pessoa 25.13ºC
Campina Grande 23.9ºC
Patos 26.63ºC
IBOVESPA 128150.71
Euro 5.5439
Dólar 5.1031
Peso 0.0058
Yuan 0.7064
CASO MARIANA: Johannes Dudeck é condenado; veja a pena
17/11/2023 / 16:30
Compartilhe:

Teve fim o julgamento do Johannes Dudeck, acusado de matar a jovem Mariana Thomaz. A audiência começou ainda nessa quinta-feira (16), é só terminou na tarde desta sexta-feira (17).

O veredito

O júri decidiu que o acusado seja condenado em inicialmente em regime fechado, por 32 anos. A decisão foi proferida pelo Juiz, Antônio Gonçalves Ribeiro Júnior

Veja o que diz a decisão:

Realizada a quesitação, os jurados, por maioria de votos, reconheceu a procedência da pronúncia, condenando o réu pela prática de FEMINICÍDIO qualificado e pelo estupro praticado contra Mariana Tomaz de Oliveira. A sentença, em cumprimento à deliberação dos jurados, pelos dois delitos, condenou o réu à pena de 32 anos de reclusão em regime inicialmente fechado na forma da Lei de Crimes Hediondos, negando-he o dircito de recorrer em liberdade. Em seguida, o Juiz Presidente da sessão declarou a mesma encerrada.

 

O caso

Dudeck foi pronunciado pelo homicídio da estudante de medicina Mariana Thomaz. Ele ainda responde pela qualificadora de feminicídio. Conforme os autos, o corpo de Mariana foi encontrado no dia 12 de março de 2022, após a polícia receber uma ligação de Johannes Dudeck informando que a estudante estava tendo convulsões.

A investigação observou sinais de esganaduras. O réu foi preso no local e encaminhado para um presídio especial de João Pessoa. O relatório final do inquérito indicou os crimes de feminicídio e estupro, conforme informações obtidas do laudo tanatoscópico do Instituto de Polícia Científica (IPC), exame feito para comprovar a existência de violência sexual.