Saúde

Capital aplica primeira, segunda e terceira dose contra Covid-19 neste sábado

A segunda dose é destinada para pessoas que receberam a D1 da Coronavac (Butantan) há mais de 28 dias, e Astrazeneca (Fiocruz) e Pfizer há 90 dias. Já a terceira dose é aplicada em quem tem mais de 60 anos, imunossuprimidos e trabalhadores de saúde. Quem tiver alguma dúvida pode mandar e-mail para [email protected]l.com ou ligar 98600-4815 (8h às 17h). Os postos de vacinação também estão abertos para receber as doações de alimentos não perecíveis. Após a arrecadação, eles serão distribuídos com instituições de caridade e famílias atingidas pelos efeitos da pandemia. A arrecadação e a distribuição integram uma iniciativa conjunta da Prefeitura de João Pessoa e do Governo do Estado.

Paraíba registra 1 óbito por covid-19 nas últimas 24h

A ocupação total de leitos de UTI (adulto, pediátrico e obstétrico) em todo estado é de 24%. Fazendo um recorte apenas dos leitos de UTI para adultos na Região Metropolitana de João Pessoa, a taxa de ocupação chega a 27%. Em Campina Grande, estão ocupados 20% dos leitos de UTI adulto e no sertão 35% dos leitos de UTI para adultos. De acordo com o Centro Estadual de Regulação Hospitalar, 10 pacientes foram internados nas últimas 24h. Ao todo, 134 pacientes estão internados nas unidades de referência.

Saúde distribui 217.170 doses de vacinas contra a covid-19 nesta sexta-feira

A dose de reforço deve ser administrada na população idosa acima de 60 anos 6 meses após a última dose do esquema vacinal (segunda dose ou dose única), independente do imunizante aplicado anteriormente no esquema vacinal. O secretário estadual de Saúde, Geraldo Medeiros, reforça que é importante que os municípios se atentem a este público, uma vez que é a população mais vulnerável ao vírus.

Saúde promove Dia D de testagem para sífilis, HIV e Hepatites B e C

O evento foi realizado pela Secretaria de Estado da Saúde (SES), por meio do Núcleo das IST/Aids e faz parte da programação de combate à sífilis congênita, infecção bacteriana transmitida da mãe para o feto durante a gravidez e atraiu . Quando tratada precocemente, a transmissão é evitada, por isso o diagnóstico antecipado é importante para preservar o bebê da doença. “Essas ações são muito importantes porque a gente cuida da saúde, tomando vacina, fazendo exame, tudo num lugar só”, disse A.G.

Secretaria de Saúde disponibiliza telefone para atualização cadastral de vacinação a partir desta sexta-feira

  Segundo a diretora de Vigilância em Saúde, Alline Grise, o serviço estará disponível para o cidadão que enfrenta algum problema na efetivação dos dados para regularização de sua situação cadastral no aplicativo. “Serão pedidas informações como nome, CPF, entre outros dados comprobatórios no cartão de vacina como data, lote, etc. Como o telefone é whatsapp, para evitar fraudes, pode ser solicitada uma foto do cartão de vacina e da documentação com a identificação do cidadão para fins de comprovação”, explicou.

Capital segue imunizando contra Covid os adolescentes a partir de 12 anos sem comorbidade

Para receber a primeira dose da vacina é necessário apresentar documento oficial com foto, Cartão SUS, CPF e comprovante de residência em João Pessoa. Já para a D2 e D3 é necessário o cartão de vacinação e um documento pessoal com foto, além de comprovação documental para trabalhadores de saúde e imunossuprimidos. No caso da terceira dose para os trabalhadores da saúde, eles devem apresentar um documento de identificação original com foto e documentação comprobatória de vínculo em estabelecimento de saúde de João Pessoa, que pode ser: carteira de trabalho, contracheque ou declaração do estabelecimento de saúde. Os profissionais também deverão apresentar a carteira do respectivo conselho. Vale destacar que a cópia da documentação comprobatória deverá ficar retida no ponto de vacinação para fins de controle dos órgãos fiscalizadores. A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) orienta que para os imunossuprimidos é necessário a apresentação de laudo médico que ficará retido no local a fins de comprovação.

Paraíba registra 168 novos casos de covid-19 e 5 mortes nesta quinta-feira

A ocupação total de leitos de UTI (adulto, pediátrico e obstétrico), em todo estado, é de 23%. Fazendo um recorte apenas dos leitos de UTI para adultos na Região Metropolitana de João Pessoa, a taxa de ocupação chega a 28%. Em Campina Grande, estão ocupados 18% dos leitos de UTI adulto e no sertão 28% dos leitos de UTI para adultos. De acordo com o Centro Estadual de Regulação Hospitalar, 10 pacientes foram internados nas últimas 24h. Ao todo, 125 pacientes estão internados nas unidades de referência.

Vacina da Pfizer funciona melhor com intervalo de 8 semanas do que de 21 dias, indicam estudos

Atualmente, em todo o território brasileiro, o intervalo preconizado entre a primeira e a segunda dose é de 12 semanas. Em São Paulo, o intervalo é de três semanas (21 dias) desde a última terça (19). A mudança não vale para os adolescentes, que continuam com o intervalo de oito semanas entre as duas doses.

João Pessoa inicia vacinação de adolescentes a partir de 12 anos sem comorbidade

Além disso, imuniza com D1 os adolescentes (12 a 17 anos) com comorbidades, deficiência permanente ou gestantes e puérperas. O público 60+ também poderá ser vacinado com a terceira dose. A prefeitura também seguirá aplicando a segunda dose nas pessoas que receberam a D1 da Coronavac (Butantan) há mais de 28 dias, e Astrazeneca (Fiocruz) e Pfizer há 90 dias. Para receber a primeira dose da vacina é necessário apresentar documento oficial com foto, Cartão SUS, CPF e comprovante de residência em João Pessoa. Já para a D2 e D3 é necessário o cartão de vacinação e um documento pessoal com foto, além de comprovação documental para trabalhadores de saúde e imunossuprimidos.

Paraíba registra 212 novos casos de Covid, 5 mortes e 22% de ocupação UTI nesta quarta

A ocupação total de leitos de UTI (adulto, pediátrico e obstétrico), em todo estado, é de 22%. Fazendo um recorte apenas dos leitos de UTI para adultos na Região Metropolitana de João Pessoa, a taxa de ocupação chega a 27%. Em Campina Grande, estão ocupados 18% dos leitos de UTI adulto e no sertão 28% dos leitos de UTI para adultos. De acordo com o Centro Estadual de Regulação Hospitalar, 08 pacientes foram internados nas últimas 24h. Ao todo, 121 pacientes estão internados nas unidades de referência.
#PUBLICIDADE#

Últimas Notícias

Operadoras de internet dizem à CPI que muitas reclamações são causadas por “desconhecimento” de consumidores

Paulo César Alves, gerente da área de atendimento ao cliente, ouvidoria, gestão de reclamações e Call Center da BrisaNet; Marcelo Ricardo, técnico responsável da Online Telecom; e Nieremberg Ramos, consultor em telecomunicações da BR 27 garantiram que os preços ao consumidor não sofreram reajustes nos últimos anos. “Na questão dos preços, a gente só diminui os valores, não consegue aumentar, por causa da concorrência. Precisamos batalhar para entregar mais velocidade pelo mesmo valor”, disse Marcelo Ricardo. Os três representantes alegaram que as informações contratuais são fornecidas de forma clara aos clientes, e que muitas reclamações surgem pelo fato dos consumidores desconhecerem a complexidade do serviço. “O cliente precisa ter consciência do serviço que está sendo contratado, falta esse letramento digital. Muitas vezes é o conteúdo que está sendo acessado que está fora do ar e o provedor acaba levando a culpa. É muito importante que se faça essa discussão para que todos tenham conhecimento sobre o tema”, afirmou Nieremberg Ramos. “Para o consumidor ter acesso a 100% da qualidade do serviço, ele precisa usar em um único equipamento, cabeado. O teste de velocidade só é eficaz se for feito nessas condições. Se o consumidor usa o wifi, ou muitos equipamentos, a velocidade é reduzida”, complementou Paulo César Alves. A proximidade com o consumidor final para solução de conflitos foi apontada como uma vantagem das operadoras de pequeno porte pelos representantes das empresas ouvidas. “Na BrisaNet optamos por não terceirizar serviços para termos total controle de todo o processo. Temos canais para explicar, tentar resolver e, se for necessário, enviar um técnico à casa do cliente sem custo adicional”, afirmou o gerente da empresa.

João Pessoa segue aplicando 1ª, 2ª e 3ª dose contra covid-19 nesta terça; veja grupos

Para receber a primeira dose da vacina é necessário apresentar documento oficial com foto, Cartão SUS, CPF e comprovante de residência em João Pessoa. Já para a D2 e D3 é necessário o cartão de vacinação e um documento pessoal com foto, além de comprovação documental para trabalhadores de saúde e imunossuprimidos. Os postos de vacinação também estão abertos para receber as doações de alimentos não perecíveis. Após a arrecadação, eles serão distribuídos com instituições de caridade e famílias atingidas pelos efeitos da pandemia. A arrecadação e a distribuição integram uma iniciativa conjunta da Prefeitura de João Pessoa e do Governo do Estado.

Defensoria Pública retoma serviços presenciais em Núcleos de Atendimento

As unidades regionais de João Pessoa, Campina Grande, Patos, Sousa, Cajazeiras e Guarabira já estão atendendo presencialmente, mas não excluíram o atendimento por chat e WhatsApp. O retorno é gradual, limitado e segue os protocolos de segurança contra a covid-19. A reabertura não inclui as Salas de Atendimento da DPE-PB que funcionam dentro dos fóruns. Nas comarcas, o atendimento continua remoto, assim como o Fórum de Mangabeira, que atende a população de João Pessoa que reside nos bairros da zona Sul. O defensor público-geral da DPE, Ricardo Barros, explica que o atendimento já vem acontecendo há algumas semanas de forma experimental e que o uso do Chat e aplicativo de mensagem deverá fazer parte da nova rotina de atendimento da DPE-PB. "Para evitar aglomerações nas nossas unidades, os assistidos podem continuar usando os meios virtuais. O Chat continua disponível no nosso site, assim como a lista de contatos de WhatsApp utilizados na pandemia. Esses canais de comunicação que surgiram na pandemia vieram para ficar e não serão desativados com o retorno das atividades presenciais", adiantou.

Conde promove Dia D do Outubro Rosa nesta terça-feira

Entre as 8h e as 15h desta terça-feira, o Ginásio da Praça Central da cidade estará aberto para receber população feminina condense com palestras educativas e a disponibilização de diversos serviços. Serão realizados atendimento médico, psicológico, ginecológico, obstétrico, assistência social (orientação para laqueadura), orientação nutricional, acupuntura, Beta HCG, tipagem sanguínea, teste de covid e massagens, além de exposições educativas para mulheres. “Durante este mês de outubro, a Secretaria de Saúde tem percorrido o município levando ações educativas sobre a prevenção ao câncer de mama, do colo e do útero, e sobre outros tipos de doenças que acometem as mulheres com mais frequência”, explicou a secretaria de Saúde, Vanessa Cintra.

Na Paraíba, Coletivo Online segue com mais de 400 vagas abertas para capacitação de jovens ao primeiro emprego

As inscrições são gratuitas e trazem como pré-requisitos: idade entre 16 e 25 anos e estar cursando ou já ter concluído o Ensino Médio. O programa online distribui conteúdos por meio do aplicativo de mensagens WhatsApp, permitindo que o jovem faça o curso de qualquer lugar, a qualquer momento. Ao longo da formação, os jovens terão acesso a temas como: plano de vida, planejamento financeiro, construção de currículo e preparação para processos seletivos. Durante cinco semanas, os participantes recebem 11 videoaulas e atividades para testarem seus conhecimentos no próprio celular. Após a conclusão do curso, os jovens recebem certificado de conclusão e são direcionados para o cadastro no banco de vagas dentro da comunidade exclusiva do Coletivo. A partir daí, eles estão aptos a concorrerem às vagas disponibilizadas por uma rede de 400 parceiros empregadores.
#PUBLICIDADE#