João Pessoa 23.13ºC
Campina Grande 19.9ºC
Patos 21.89ºC
IBOVESPA 119137.86
Euro 5.816
Dólar 5.425
Peso 0.006
Yuan 0.7476
Cidade Verde: 1.500 coqueiros começam a ser plantados na orla de João Pessoa
15/04/2021 / 12:45
Compartilhe:

O prefeito em exercício de João Pessoa, Leo Bezerra, participou do início dos trabalhos de plantio de coqueiros na orla do Cabo Branco, na manhã desta quinta-feira (15), promovido pela Secretaria de Meio Ambiente (Semam), junto com técnicos da Secretaria de Infraestrutura (Seinfra), Secretaria de Desenvolvimento Urbano (Sedurb) e Secretaria de Comunicação (Secom).

A ação de plantio tem como objetivo contribuir para preservar e recuperar áreas verdes de João Pessoa.

“Estamos trabalhando para reduzir a emissão de carbono, atuando para que João Pessoa se mantenha como uma cidade verde, junto com nossos parceiros da Seinfra, Sedurb, Secom e Semam”, disse Leo Bezerra.

Durante o plantio foi montada a Tenda Verde e os educadores do Centro de Estudos e Práticas Ambientais (Cepam) da Semam distribuíram material educativo com a população.

Foto: Divulgação/PMJP

“Estamos trabalhando para plantar 1.500 mudas de coqueiros até o fim do ano, da praia de Gramame ao Bessa, contribuindo para deixar a nossa orla cada vez mais preservada. Nós realmente acreditamos que, quando cuidamos da cidade, da paisagem e do patrimônio ambiental da cidade, estamos cuidando das pessoas, contribuindo para a qualidade de vida da população”, destacou o secretário de Meio Ambiente, Welison Silveira.

As cento e vinte mudas de coqueiros plantadas têm aproximadamente um metro de altura.

O diretor da Divisão de Arborização da Semam, engenheiro agrônomo Anderson Fontes, explicou que as mudas foram plantadas em covas de 60 por 60 centímetros, preparadas com composto orgânico específico para a adubação de fundação.

“Esse composto orgânico é colocado no fundo da cova e deve contribuir para o fortalecimento dos coqueiros, que em aproximadamente três anos devem atingir a altura de dez metros e um pouco antes já estarão dando frutos”, informou.