João Pessoa 25.13ºC
Campina Grande 23.9ºC
Patos 25.81ºC
IBOVESPA 127411.55
Euro 5.5733
Dólar 5.1531
Peso 0.0058
Yuan 0.7116
CNMP premia ações voluntárias e trabalhos jornalísticos sobre diversidade; inscrições começam em 1º de julho
22/06/2021 / 15:59
Compartilhe:

O Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP) vai premiar atividades voluntárias e trabalhos jornalísticos veiculados na imprensa brasileira que informem e conscientizem a população sobre a importância da diversidade, do respeito e da valorização das diferenças. Trata-se do “Prêmio Respeito e Diversidade”, que vai contemplar três categorias (uma na modalidade “Sociedade” e duas na modalidade “Imprensa”), com prêmios nos valores de R$ 20 mil, R$ 15 mil e R$ 10 mil. O resultado será divulgado no dia 21 de setembro (Dia Internacional da Paz).

O prazo para inscrição dos trabalhos será aberto no próximo dia (1º) de julho, às 8h, com encerramento no dia 30 do mesmo mês. O edital de chamamento público, com as regras para participação no concurso, foi publicado no último dia (19) de maio, no Diário Oficial da União.

As inscrições são gratuitas, individuais e devem ser feitas pela internet, através do preenchimento de formulário eletrônico que será disponibilizado no hotsite do Projeto Respeito e Diversidade.

A premiação é uma das atividades do projeto “Respeito e Diversidade”, fruto da cooperação entre CNMP, Ministério Público Federal (MPF) e Escola Superior do Ministério Público da União (ESMPU).

O projeto foi pensado para desenvolver um conjunto de ações interinstitucionais que contribuam para a construção de uma sociedade livre e democrática.

A iniciativa também visa disseminar uma cultura social inclusiva, pautada no pluralismo e na compreensão das diferenças como expressão da singularidade do ser e da multiplicidade que marca o Brasil.

Modalidades e categorias

Na modalidade “Imprensa”, serão premiadas matérias e reportagens que tragam informações e promovam a conscientização sobre valores basilares de uma sociedade democrática e livre de preconceitos, concebida como espaço de diálogo, liberdade e respeito, na qual equidade, acesso à vida digna e justiça social são vitais para o fortalecimento da democracia.

A produção de trabalhos jornalísticos veiculados na imprensa brasileira será premiada em duas categorias distintas: “Jornal impresso, Revista impressa e Webjornalismo” e “Radiojornalismo e Telejornalismo”. As reportagens precisam ter sido editadas e publicadas em língua portuguesa.

Poderão ser inscritas reportagens publicadas nos veículos de comunicação de jornalismo impresso em jornal e revista, radiojornalismo, telejornalismo e webjornalismo veiculadas no período de 10 de dezembro de 2020 a 1º de julho de 2021.

Podem se inscrever no prêmio os profissionais jornalistas, radialistas e repórteres, com registro profissional reconhecido pela Secretaria do Trabalho do Ministério da Economia, o qual deverá ser apresentado, digitalizado e legível, no ato da inscrição.

Cada candidato poderá inscrever um único trabalho em cada categoria.

Sociedade

A modalidade Sociedade premiará atividades voluntárias que tenham objetivos cívicos, culturais, educacionais, científicos, esportivos, ambientais, recreativos ou de assistência à pessoa, que visem ao benefício e à transformação da sociedade com o engajamento de voluntários.

Poderão concorrer organizações da sociedade civil sem fins lucrativos que já estejam legalmente constituídas há pelo menos um ano e que estejam atuando em qualquer unidade da federação com, no mínimo, uma sede. Cada participante poderá inscrever apenas um único projeto para concorrer à premiação.

Premiação

A premiação ocorrerá, se as regras de distanciamento social decorrentes da pandemia pelo novo coronavírus vigentes à época permitirem, em evento presencial, a ser realizado no edifício do CNMP, em Brasília, no dia 21 de setembro.