Com mais 7 milhões de doses, Saúde oferecerá vacinas para 100% da população acima de 60 anos, diz coordenadora

A distribuição de cerca de 7 milhões de doses de vacinas a partir de sábado (1º)

BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) – A coordenadora do PNI (Programa Nacional de Imunizações), Francieli Fantinato, anunciou nesta sexta-feira (30) a distribuição de cerca de 7 milhões de doses de vacinas a partir de sábado (1º), quantidade que será suficiente para imunizar 100% da população acima de 60 anos, segundo ela.

Fantinato participou na manhã desta sexta de audiência pública da Comissão de Educação da Câmara dos Deputados. O objetivo do encontro, do qual participaram o prefeito de Fortaleza, Sarto Nogueira (PDT), e representantes de entidades de educação, era debater a vacinação de profissionais da educação e estudantes da rede pública.

Leia Também

A coordenadora do PNI informou que, com os 5,2 milhões de doses de vacinas distribuídas nesta semana, o total enviado pelo Ministério da Saúde somava 62,6 milhões de doses.

“Nós vamos distribuir a partir de amanhã [sábado] mais um quantitativo de doses que vai chegar a 69,5 milhões de doses distribuídas”, disse.

“Então, a gente avança para o público de 60 a 64 anos, que era 70% [do público atingido] com a pauta anterior, para 100%”, acrescentou. “Os municípios vão operacionalizar a vacinação para vacinar esse público, mas o Ministério da Saúde já distribuiu 100% das doses para população acima de 60 anos de idade.”

Segundo ela, com esse envio adicional será possível vacinar 13% das pessoas com comorbidades, gestantes e puérperas com comorbidades e pessoas com deficiência permanente. “A gente já avança para o grupo de comorbidades, que é um grupo denso. [São] mais de 20 milhões de pessoas nesse grupo, para serem atendidas.”

Com as 5,2 milhões de doses distribuídas ao longo da semana e o quantitativo adicional encaminhado a partir deste sábado, o total enviado pelo ministério nesta semana chegará a 12,1 milhões de doses. “Houve um aumento do volume de doses no decorrer da campanha.”

Em abril, de acordo com Fantinato, foram distribuídos 26,667 milhões de doses. Em maio, o volume será de 34 milhões, uma queda em relação aos 46,9 milhões previstos pelo cronograma anterior, de março. Em junho, serão 52 milhões.

A coordenadora foi questionada sobre o envio de segunda dose da Coronavac a prefeituras e ressaltou a importância de completar o esquema vacinal.

“Nós não temos estudo de eficácia da Coronavac com dose 1. Nós só temos estudos com as duas doses e é uma eficácia de 50,4%. Então, deve-se fazer um esforço dos municípios para que se complete a vacinação tanto para a vacina Coronavac quanto para a vacina Astrazeneca”, disse.

Ela disse que, até a sétima pauta de distribuição, foram encaminhadas as duas doses para cada vacinado, e que o Ministério da Saúde já fez a entrega de quase todas as segundas doses que deveria enviar. “O que tem de dose 2 a enviar é para 416.507 pessoas, e essas doses só vencem em 12 de maio e 20 de maio”, ressaltou.

“O que aconteceu é que alguns estados, por iniciativas próprias, talvez possam ter utilizado sem a orientação devida do informe técnico, avançaram nos grupos de vacinação e estão com essa dificuldade”, disse. “O Ministério da Saúde cumpriu até o momento com o acordado de encaminhar em tempo oportuno as doses 2.”

Em resposta, o prefeito de Fortaleza divergiu da coordenadora. “A autorização, e isso está divulgado amplamente nas mídias nacionais, a autorização que o governo federal deu para utilização de D2, da segunda dose, para D1, ocorreu no dia 21 de março”, disse.

“Todas as vacinas que nós utilizamos de D2 para D1 foram autorizadas e responsabilizadas pelo ministério. Portanto, não há nenhuma prefeitura que eu conheço, pelo menos a nossa, que utilizou indevidamente. As doses utilizadas foram autorizadas pelo Ministério da Saúde, havendo a responsabilização de que nos ressarciriam essas doses.”

#PUBLICIDADE#

Mais Lidas

WILLOW e Avril Lavigne celebram o pop punk dos anos 2000 no clipe de ‘G R O W’

Com 2 minutos e 9 segundos de duração, o vídeo traz as artistas celebrando o direito a confusão e ao amadurecimento, enquanto viram gigantes e dominam as ruas de um bairro. "Estou tão animada por ter uma música no álbum com Avril Lavigne. Ela é tão icônica. Dos 13 aos 16, ela era meu ídolo. É muito bom poder ter um verdadeiro álbum Pop Punk com a rainha do Pop Punk", disse a artista em entrevista de divulgação. A estética e sonoridade pop punk e rock expressos por WILLOW em 'Lately I Feel EVERYTHING' canalizam os heróis que a jovem ouvia na adolescência, como Lavigne, My Chemical Romance e Paramore. O disco evidencia a versatilidade e rebeldia da "filha de Will Smith", que já dominou as paradas pop mainstream no início da carreira e passeia com fluidez do new age ao punk e R&B.

Hospital Napoleão Laureano fornecerá 1000 mamografias à população durante o Outubro Rosa

O diagnóstico precoce é um importante caminho para prevenir e salvar vidas e o Hospital Laureano, o maior centro de tratamento oncológico da Paraíba, tem uma atenção ainda mais reforçada durante a campanha do Outubro Rosa. 

Celeiro Espaço Criativo terá o nome do cantor Gabriel Diniz e inaugura memorial em homenagem ao artista

A cerimônia contará ainda com a abertura de uma exposição fotográfica que relembra a trajetória do cantor, que faleceu em maio de 2019. Intitulada "A Intensidade do ser: Gabriel Diniz", a mostra trará, além de imagens, objetos pessoais do cantor, para relembrar ao público traços da vida pessoal e profissional do artista. O evento está marcado para acontecer a partir das 17h, no Celeiro Espaço Criativo, situado à Rua João Cirilo da Silva, 850, no Altiplano. A exposição acontece paralelamente à inauguração de um memorial em homenagem ao cantor, que faleceu no dia 27 de maio de 2019, vítima de um acidente aéreo na região de manguezal de Porto do Mato, próximo à divisa entre Sergipe e Bahia. O evento ainda vai contar apresentações musicais do cantor Luca Bass, Banda Big Band e ainda uma apresentação especial de Brenda Victória da Silva Beltrão, 14 anos, aluna da Escola Municipal Cícero Leite.

Globo perde exclusividade de direitos digitais da Copa do Mundo de 2022

Após ir à Justiça contra a Fifa para reduzir o valor das parcelas de seu acordo de TV pela Copa do Mundo, a Globo renunciou à exclusividade nos direitos de transmissão pela internet do torneio no Qatar, que será realizado de 21 de novembro a 18 de dezembro do ano que vem. Com isso, a entidade que controla o futebol mundial tem oferecido pacotes de jogos da competição por streaming diretamente às plataformas digitais no Brasil. Youtube, Facebook e TikTok, por exemplo, já foram procurados e estudam a viabilidade do negócio. A emissora carioca continuará exibindo as partidas do Mundial na televisão aberta e no seu canal esportivo por assinatura, o Sportv. No entanto, não terá exclusividade nas plataformas digitais, seja no Globoplay (streaming) -o app tem sido uma grande aposta do grupo- ou em seus portais na internet, que transmitiram jogos ao vivo das Copas de 2010, 2014 e 2018. É a primeira vez que a Fifa assume a negociação dos direitos da Copa do Mundo com redes sociais, e o Brasil tem sido uma oportunidade para a entidade experimentar o modelo.

Copa João Pessoa já tem 16 seleções garantidas na segunda fase

“A Copa João Pessoa de Futebol está sendo um sucesso com a participação de 64 times e 16 já avançaram de fase. Estamos fazendo o campeonato no Wilsão e no Ivan Tomaz e em breve o estádio da Graça, em Cruz das Armas, vai ficar pronto para receber essas equipes. Com isso, vamos ter os nossos três estádios atendendo a competição. Esse ano a competição tem uma forma diferente, em formato eliminatório, com 32 jogos na primeira fase. A Copa João Pessoa está sendo muito bem vista e a Secretaria vem se esforçando muito para entregar um evento de alto rendimento para os atletas”, comentou Kaio Márcio, secretário de Juventude, Esporte e Recreação
#PUBLICIDADE#

ACHAMOS QUE VOCÊ VAI GOSTAR

#PUBLICIDADE#