João Pessoa 23.13ºC
Campina Grande 21.9ºC
Patos 23.13ºC
IBOVESPA 126548.34
Euro 5.8882
Dólar 5.4714
Peso 0.006
Yuan 0.7527
Como fazer compras mais saudáveis no mercado sem gastar muito
17/02/2023 / 14:53
Compartilhe:

Dicas para montar uma lista de compras inteligente, saudável e econômica. Confira!  

 

Uma das estratégias mais utilizadas por quem quer economizar na hora de ir ao supermercado é priorizar as compras no atacado. No atacado, os valores dos produtos costumam ser mais baixos, pois são comercializados em grandes quantidades.

Além da economia, os consumidores estão cada vez mais preocupados e conscientes a respeito da importância de manter uma rotina alimentar mais saudável.

No entanto, pode parecer impossível montar um cardápio saudável e diversificado ao mesmo tempo que conseguir economizar nas compras. Isso porque itens orgânicos e saudáveis costumam ter um custo mais elevado.

Planejamento

Para começar você precisa montar um planejamento de compras. Não adianta ir ao supermercado sem saber qual será o cardápio da sua semana, os ingredientes que você já tem na despensa e os que precisa comprar.

Assim, comece planejando o cardápio para a semana, leve em consideração a quantidade de pessoas que vão fazer cada refeição e as porções que serão preparadas.

Uma alimentação saudável pressupõe consumo de alimentos variados, com foco em grãos integrais, frutas, verduras, vegetais e ovos. Por isso, o seu cardápio deve ser montado com esse conceito em mente. 

Pesquisa de preços

Depois de montar a sua lista de compras, é hora de pesquisar os preços. Hoje, com a internet e os aplicativos de compras, fica mais fácil avaliar os preços praticados em diferentes supermercados.

A dica é investir um tempo nessa pesquisa e planejar como será o seu roteiro de compras. Pode ser interessante comprar produtos na feira, caso você tenha acesso a essa modalidade de venda.

Também é bacana avaliar os custos como um todo, por exemplo, se uma pequena parte dos produtos da lista está com preço mais alto no supermercado x, leve em consideração o custo total. 

Isso porque muitas vezes não vale a pena se locomover de um mercado para outro, pois você perde tempo, energia e combustível para fazer uma economia muito baixa.

Sazonalidade

Essa é uma dica de ouro para quem está querendo fazer compras mais saudáveis no mercado sem gastar muito. Nas compras, dê preferência para produtos da “época”. Além da qualidade superior, estes produtos costumam ter preços mais atraentes. Listamos, a seguir, as principais frutas, verduras e vegetais encontradas ao longo do ano.

  • Janeiro: abacaxi, carambola, figo, mamão, maracujá, fruta-do-conde, melancia, uva, nectarina, alface, couve, cebolinha, beterraba, abóbora, abobrinha, pepino, tomate, quiabo e pimentão.
  • Fevereiro: figo, abacate, ameixa, carambola, coco verde, fruta do conde, goiaba, jaca, maçã, pera, pêssego, uva, hortelã, repolho, escarola, gengibre, abóbora, pepino, milho-verde, pimentão, tomate e quiabo.
  • Março: ameixa, abacate, abacaxi, banana-maçã, banana-nanica, coco verde, figo, goiaba, jaca, limão, maçã, mamão, nectarina, pera, uva, pêssego, tangerina, alface, acelga, alho-poró, coentro, endívia, escarola, repolho, rúcula, beterraba, berinjela, abóbora, abobrinha, chuchu, inhame, gengibre, milho-verde, nabo, tomate e pepino.
  • Abril: ameixa, abacate, banana-maçã, caqui, jaca, kiwi, maçã, mamão, pera, tangerina, alface, almeirão, alho-poró, escarola, repolho, berinjela, beterraba, chuchu, inhame, nabo, tomate e pepino.
  • Maio: abacate, banana-maçã, kiwi, caqui, jaca, maçã, pera, tangerina, nabo, erva-doce, almeirão, alho-poró, batata-doce, berinjela, beterraba, cenoura, chuchu, nabo, rabanete, inhame, mandioca e mandioquinha.
  • Junho: carambola, kiwi, laranja-lima, marmelo, mexerica, tangerina, alho-poró, almeirão, agrião, brócolis, erva-doce, abóbora, batata-doce, cará, cenoura, ervilha, berinjela, gengibre, mandioca, mandioquinha, inhame, milho-verde e palmito.
  • Julho: mexerica, tangerina, carambola, kiwi, laranja-lima, agrião, alho-poró, coentro, couve, erva-doce, chicória, espinafre, mostarda, cenoura, salsão, abóbora, batata-doce, cogumelo, ervilha, mandioca, inhame, milho-verde, mandioquinha, nabo, pepino, rabanete e palmito.
  • Agosto: caju, carambola, banana-nanica, laranja-pera, lima, maçã, mexerica, morango, mamão, alho-poró, brócolis, agrião, chicória, erva-doce, escarola, espinafre, coentro, couve, couve-flor, mostarda, rúcula, cenoura, inhame, pimentão, rabanete e nabo. 
  • Setembro: caju, abacaxi, banana-nanica, jabuticaba, laranja-lima, laranja-pera, mexerica, nêspera, tamarindo, maçã, tangerina, almeirão, brócolis, alho-poró, couve, chicória, erva-doce, couve-flor, espinafre, cogumelo, ervilha, fava, rabanete e pimentão.
  • Outubro: maçã, acerola, abacaxi, banana-nanica, banana-prata, manga, coco-verde, caju, jabuticaba, laranja-lima, laranja-pera, mamão, tangerina, alho-poró, aspargos, almeirão, brócolis, cebolinha, chicória, coentro, erva-doce, espinafre, couve-flor, mostarda, abóbora, abobrinha, alcachofra, batata-doce, berinjela, beterraba, cenoura, cogumelo, ervilha e tomate.
  • Novembro: coco, abacaxi, acerola, jaca, banana-nanica, banana-prata, manga, caju, framboesa, laranja-pera, maçã, mamão, maracujá, melancia, melão, pêssego, abobrinha, almeirão, alho-poró, endívia, espinafre, aspargos, brócolis, cenoura, berinjela, beterraba, maxixe, nabo, pepino, tomate e pimentão.
  • Dezembro: abacaxi, ameixa, banana-prata, cereja, coco verde, figo, graviola, kiwi, laranja-pera, limão, lichia, maçã, manga, maracujá, melancia, melão, pêssego, romã, uva, almeirão, cebolinha, endívia, folha de uva, hortelã, vagem, beterraba, cenoura, cogumelo, pimentão, tomate e vagem.

Industrializados

Por fim, a compra de produtos industrializados deve ser controlada. Elimine os ultraprocessados e sempre veja a lista de ingredientes antes de colocar um produto no seu carrinho. Quanto menos ingredientes listados na embalagem, menor é o grau de industrialização e processamento do produto. 

É possível manter uma alimentação saudável sem gastar muito dinheiro, basta adotar boas práticas no planejamento de compras, priorizando a compra de produtos da época e evitando os ultraprocessados.