João Pessoa 24.13ºC
Campina Grande 23.9ºC
Patos 29.36ºC
IBOVESPA 128283.62
Euro 5.5588
Dólar 5.1293
Peso 0.0058
Yuan 0.7097
Como o cronograma capilar pode ajudar a recuperar os cabelos descoloridos?
02/11/2022 / 21:11
Compartilhe:

Todo mundo tem um objetivo, e entender as necessidades do seu cabelo é importante na escolha do procedimento ideal para as suas necessidades. Cabelos quimicamente danificados e descoloridos merecem atenção especial e exigem uma rotina de cuidados mais rigorosa, com produtos que tratam e fortalecem, até que os cabelos voltem à saúde.

Cabelos secos, danificados, porosos, lisos, ondulados, crespos, crespos, todos os tipos de fios precisam de máscaras de tratamento e outros tipos de produtos de planejamento capilar que você pode montar com base na saúde dos fios.

A seguir, você verá como fazer um cronograma capilar.

O que é um cronograma capilar?

O cronograma capilar é um programa de cuidados intercalado com três tratamentos: Hidratação, Nutrição e Reconstrução. Na hidratação, o objetivo é devolver a água perdida do fio. A fase da nutrição é usada para repor os lipídios. A reconstrução é a etapa que repõe a massa nas fibras capilares.

A ordem do tratamento varia de acordo com as necessidades e o nível de dano ao cabelo. Portanto, o cronograma é usado para criar um plano personalizado de cuidados com os cabelos.

Hidratação

A hidratação é um cuidado que todo cabelo precisa, sem exceção. Como o próprio nome sugere, ele devolve a água perdida pelos fios todos os dias devido a processos químicos ou fatores externos, luz solar, umidade e poluição.

Trate com uma máscara hidratante e água. Naquele regime antigo, depois de lavar os cabelos, apenas envolva as mechas dos cabelos uma a uma com o creme, espere o tempo de pausa e enxágue sem deixar nenhum resíduo. 

Cremes ou óleos de pentear são produtos finalizadores que podem entrar no ritual para manter o cabelo hidratado por mais tempo.

Nutrição

A nutrição é para cabelos que precisam de óleo. O couro cabeludo é responsável pela produção de óleos para proteger e hidratar os cabelos naturalmente. 

Quando o cabelo está com a saúde debilitada, a produção de oleosidade diminui, e os fios não conseguem reter a “gordura” nas fibras.

Ela precisa de óleo para colocar esses lipídios de volta no fio. Pode ser óleo de coco capilar, óleo de rícino, azeite ou o que você quiser. O tratamento pode ser feito com uma máscara nutritiva ou hidratação capilar.

Há também umectação capilar. O tratamento envolve a aplicação do óleo diretamente nos fios antes da lavagem. 

O ideal é deixar o produto agir por pelo menos uma hora, ou deixá-lo no cabelo durante a noite para um tratamento mais aprofundado. O óleo que dorme em suas madeixas é chamado de hidratante noturno.

Reconstrução

O cabelo é composto por quase 90% de queratina, uma proteína responsável pela resistência das fibras capilares. Quando os fios passam por um processo químico, grande parte da queratina sai, tornando-os frágeis e propensos à quebra. 

A reconstrução é um tratamento profundo e deve ser feita ocasionalmente após a recuperação da mecha. O tratamento também pode ser realizado opcionalmente com máscara reconstrutora, mas o ideal é investir em queratina líquida. 

A descoloração, por exemplo, é o processo químico mais agressivo que seu cabelo pode enfrentar e uma das principais causas de danos ao cabelo, por isso ele precisa ser reconstruído com queratina líquida.

A queratina

As substituições de queratina são essenciais para cabelos danificados, especialmente aqueles que foram quimicamente tratados, como descoloridos, alisados, permanentes ou relaxados. 

O tratamento é recomendado após a cirurgia ou mesmo no mesmo dia da cirurgia. Este produto irá restaurar a qualidade do cabelo, reparar os danos nas fibras e restaurar a força e a elasticidade do cabelo.

O uso excessivo de queratina líquida é perigoso. Por ser um produto muito potente e capaz de enrijecer os fios, é recomendado uma vez por semana para fios muito danificados, a cada 15 dias para cabelos secos e uma vez por mês ou mais para cabelos saudáveis.

Como fazer o cronograma capilar?

Antes de iniciar um plano capilar, você precisa entender os requisitos do seu cabelo. Se ele é propenso a emaranhados, tem muita mosca e não tem brilho, ele precisa de mais etapas nutricionais.

Se a situação for seca, inativa e áspera, ele precisa de mais hidratação.

Se ele está vulnerável e menos denso com alguns ataques recentes, é hora de investir na reconstrução.

Quando o assunto é hidratação, a máscara utilizada deve ser formulada com ingredientes que restituam a umidade natural do fio. 

Alguns deles são a vitamina B5 (também conhecida como pantenol), aloe vera, gérmen de trigo, ácido hialurônico, glicerina, lanolina, algas marinhas, etc.

Para nutrição, prefira fórmulas à base de óleos vegetais derivados de frutas, sementes e plantas, que são ricos em ácidos graxos, vitaminas A e E e ômega 3, 6 e 9, protegendo os cabelos das agressões diárias fechando a cutícula. Os mais usados ​​são argan, macadâmia, karité, eugênio, abacate, coco, oliva e ceramidas, que fortalecem o cimento intracelular que sela o estrato córneo.

Na hora de reconstruir, invista em máscaras que contenham proteínas e aminoácidos, os elementos que compõem naturalmente as fibras capilares que restauram a qualidade e fortalecem os fios para evitar a quebra. A proteína mais famosa do cabelo é a queratina.

Se programe para fazer o tratamento capilar mais necessário. 

Comece sempre pela hidratação. Um plano capilar tradicional é formado por 8 hidratações, 6 nutrições e 1 reconstrução por mês. 

No entanto, se o seu cabelo precisa de mais nutrição do que umidade, por exemplo, você pode aumentar a quantidade de um e diminuir a quantidade do outro.

Com isso, agora você entendeu a importância do cronograma capilar para o seu cabelo.