João Pessoa 25.13ºC
Campina Grande 23.9ºC
Patos 24.14ºC
IBOVESPA 127750.92
Euro 5.5239
Dólar 5.104
Peso 0.0057
Yuan 0.7054
Conheça as obras de artistas femininas que estão disponíveis no Espaço Arte Brasil
20/03/2023 / 20:33
Compartilhe:

Durante séculos, as mulheres ocuparam apenas o lugar de musas e modelos nas produções artísticas. Assim como em diferentes áreas da sociedade, elas enfrentaram obstáculos em ter acesso à educação artística e, posteriormente, ao reconhecimento de seus talentos.

Com a transformação histórico-política do Brasil, o enfraquecimento de barreiras sociais rígidas e a persistência e coragem de tantas artistas, as mulheres conquistaram mais possibilidades de entrar no campo artístico, trabalhar com as artes plásticas e sustentar suas famílias com o reconhecimento de seus trabalhos.

Essas mudanças possibilitaram o surgimento de nomes como as modernistas Anita Malfatti e Tarsila do Amaral, a ceramista pernambucana Ana das Carrancas e a artista plástica contemporânea Adriana Varejão, entre tantas outras referências na história da arte brasileira.

No Espaço Arte Brasil, em João Pessoa, o talento e a expressão artística das mulheres também são celebrados. Seja em pinturas, esculturas, vasos ou utilitários que se espalham pela loja, as peças imprimem o protagonismo feminino e a autenticidade de suas obras.

Conheça elas:

Heloísa Maia – Nascida em João Pessoa, Heloísa Maia concluiu seus estudos em Comunicação Social e Relações Públicas e Publicidade. A grande virada aconteceu nos anos 80, quando viveu na Califórnia (EUA), onde estudou pintura, desenho e escultura na San Francisco Art Academy e Palo Alto Art League. De volta ao Brasil, também fez cursos de pintura com Flávio Tavares e Marlene Almeida no Centro de Artes Visuais Tambiá, em João Pessoa, onde expôs em mostras coletivas. Reconhecida internacionalmente, ela já expôs seus trabalhos na Alemanha e na França. Atualmente mora e trabalha em Miami.

Maria dos Mares – A artista nasceu no Maranhão, mas veio para João Pessoa no início dos anos 70. Apesar de ter desenvolvido a sua arte a partir de xilogravuras, pinturas e esculturas, foi dando aulas na educação infantil que ela descobriu a ligação com o barro, dedicando-se mais a este tipo de trabalho. Com influência direta de mulheres que fizeram parte da sua infância, a artesã tem o feminino como um dos principais aspectos de seu trabalho e tornou-se referência na produção cultural do estado.

Nenê Cavalcanti – A artista paraibana iniciou sua carreira na enfermagem, mas posteriormente, se tornou professora e artista plástica. Sua trajetória artística começou quando, na infância, usava o barro para criar brinquedos. Já adulta, em meados dos anos 80, cursou Educação Artística na Universidade Federal da Paraíba, onde desenvolveu sua técnica de modelagem em cerâmica. Desde então, Nenê tem produzido peças originais, que retratam a beleza feminina e a força das mulheres. Com uma carreira de sucesso, Nenê já expôs suas obras em diversas cidades do Brasil e em outros países, como Portugal, Itália e França.

Herlene Sá – Natural de João Pessoa, a artista paraibana cresceu em um ambiente culturalmente rico e cercada pela arte popular e artesanato local. Com a expressão artística voltada para a cerâmica, Herlene se destaca na produção de bonecas e sua representatividade do feminino.

Luiza dos Tatus – Da cidade de Belo Jardim (PE), a pernambucana Luiza dos Tatus se tornou referência no artesanato popular. Suas obras e expressão artística estão conectadas às forças da natureza, principalmente aos animais. Suas peças são moldadas no barro e tingidas por diferentes tonalidades do próprio barro. Por todo seu conhecimento e sua trajetória, Luiza foi reconhecida pelo Programa do Artesanato Brasileiro (PAB) como mestra do artesanato brasileiro.

Paula Sette – Nascida em Recife (PE), Paula é formada em Ciências Humanas, atuando como docente, analista social e servidora pública. Ao mesmo tempo, também se dedicou ao desenho, pintura e escultura como autodidata.Atualmente, a artista trabalha com peças de utilitários em cerâmica, em versões tradicionais e contemporâneas, que se destacam por suas cores e formas autênticas.

Mestre Cida – Aos 7 anos, a pernambucana mestra Cida Lima começava a sua jornada com o barro. Natural da zona rural de Belo Jardim (PE), Cida herdou o talento de louceira com sua família. Em 2005, a artista plástica Ana Veloso, coordenadora do projeto Estado de Arte na época, descobriu o talento de Cida e deu dicas importantes que deram um novo significado ao trabalho da pernambucana. A artesã começou a produzir travessas, cuscuzeiras e as famosas cabeças de barro, com seu estilo e acabamento impecáveis. Hoje, Cida é reconhecida pelo PAB – Programa de Artesanato Brasileiro – como mestra artesã.

Mestre Neguinha – Maria do Carmo dos Santos, conhecida popularmente como mestre Neguinha, nasceu em Belo Jardim (PE). Filha, neta e bisneta de louceiras, seu trabalho de tradição familiar transforma o barro nas mais variadas peças. Suas primeiras criações foram as tradicionais panelas de barro, bastante utilizadas na época para cozinhar, mas hoje seu trabalho está voltado para a produção de santos católicos, peças utilitárias e decorativas.

Sobre o Espaço Arte Brasil – O Espaço Arte Brasil atua ativamente na democratização do acesso à arte, facilitando o contato e a compra de peças de artistas nacionais. Com obras de artistas brasileiros e curadoria arrojada e singular, a loja possui peças funcionais e decorativas de artistas como Flávio Tavares, Clóvis Júnior, Fred Svendsen, Chico Ferreira, Sérgio Matos e obras de Francisco Brennand e Abelardo Da Hora. O Espaço Arte Brasil conta com calendário de exposições de arte, lançamento de livros e outras atividades abertas ao público. A loja fica no térreo do Liv Mall Shopping – Av. Gov. Flávio Ribeiro Coutinho, 500 – Jardim Oceania, João Pessoa – PB, 58037-005. O horário de funcionamento é de segunda a sábado, das 10h às 21h, e aos domingos das 13h às 21h. Para mais informações, o perfil do Instagram é @espacoartebrasil.