João Pessoa 24.13ºC
Campina Grande 20.9ºC
Patos 21.22ºC
IBOVESPA 127411.55
Euro 5.5592
Dólar 5.1442
Peso 0.0058
Yuan 0.71
Conheça as vantagens do Cloud Computing
31/08/2022 / 16:06
Compartilhe:

A ascensão da tecnologia vem permitindo que cada vez mais atividades venham sendo realizadas de forma virtual e de forma mais segura, como o Cloud Computing, que funciona como um aluguel de espaço, e a criptografia como escolta armada da internet.

O Cloud Computing permite que um grande número de recursos de TI sejam entregues de forma rápida e em qualquer lugar do mundo, o que é benéfico para o mercado.

Isso ocorre, principalmente, porque a praticidade de uso das tecnologias tem crescido nos últimos anos, tal qual a facilidade de se ter um toldo retrátil para varanda, culminando no surgimento do Cloud Computing.

Visto isso, neste artigo, será explorado o que é o Cloud Computing e a forma com a qual esse instrumento funciona, além de que suas vantagens serão destacadas.

Conceito de Cloud Computing

A origem da tecnologia da computação é da década de 1950, e surgiu destinada à tecnologia militar, com a finalidade de conectar terminais de computadores em uma matriz.

Porém, o termo “Cloud Computing” só foi começar a ser utilizado por volta do ano de 1996, aparecendo em um documento interno de uma famosa empresa de computação americana.

O Cloud Computing, que em português se traduz para  “computação na nuvem”, pode ser definido como uma tecnologia que permite acessar remotamente softwares, além da possibilidade de processar dados por meio da internet.

Essa ferramenta é uma ótima opção para quem precisa acessar informações importantes de qualquer computador ou dispositivo, independente do local que esteja.

Presente em serviços da web que não exigem o download, como as plataformas de streaming, para o funcionamento do Cloud Computing só são necessários um navegador e uma boa conexão com a internet.

A computação em nuvem tem servido como forma de democratizar informações, dando a oportunidade de experienciar a tecnologia para quem depende desses recursos informacionais, seja para uso pessoal ou profissional.

Tal democratização acontece porque, com a existência da nuvem, os indivíduos podem se libertar da necessidade de investir em sistemas operacionais e softwares para conseguir realizar suas atividades diárias.

Essa forma de computação se apresenta, principalmente, no oferecimento de três funções: Infraestrutura como serviço (IaaS), Plataforma como serviço (PaaS) e Software como serviço (SaaS).

Na Infraestrutura como serviço, é comum que os usuários acessem o servidor e outros serviços oferecidos de forma remota. Costuma ser muito utilizado por startups de tecnologia, pois a oferta, geralmente, abrange uma infraestrutura completa de TI.

Já na Plataforma como serviço, como o próprio nome diz, possibilita a oferta de plataforma. Nelas, a empresa pode, por exemplo, criar aplicativos usando componentes de software integrados, entre várias outras coisas.

A PaaS, por exemplo, permite que um negócio tenha o equivalente a uma fachada de loja adesivada na internet, com a criação de sites para divulgação da marca.

Já no Software como serviço, são disponibilizados softwares que são executados nos servidores das empresas provedoras, o que pode poupar recursos do empreendimento que o adquire.

O Cloud Computing funciona da seguinte forma: deve ser utilizada a rede para conectar dispositivos periféricos, como computadores, smartphones e acessórios portáteis, a recursos no data center.

Desse modo, os clientes não precisam armazenar dados e nem baixar extensões em seus dispositivos para terem acesso a algum aplicativo. É quase como um aluguel de andaimes, no qual as informações são “alugadas” para o dispositivo que está sendo utilizado.

Isso ocorre porque as atividades de computação na nuvem são hospedadas em provedores preparados na nuvem.

Tendo sido vistos o conceito e o funcionamento da computação em nuvem, a seguir serão detalhadas alguns benefícios importantes que essa ferramenta proporciona aos usuários.

Quais as vantagens do Cloud Computing?

O primeiro benefício de se usar o Cloud Computing é, com certeza, a economia em operações de TI, indiferente do porte da empresa, seja grande ou pequena.

O uso de servidores, aplicativos e as opções de armazenamento são ferramentas muito utilizadas por empresas nos dias de hoje. E poder economizar substancialmente com esse quesito ajuda muitos empreendimentos a distribuir melhor os investimentos.

No Cloud Computing, não há capital de Tecnologia da Informação investido. Isso porque o consumidor só paga pelo que está sendo usado e pode encerrar o serviço no momento que quiser.

Isso ajuda os negócios iniciantes, por exemplo, que desejam ter presença online sem despender muito capital nisso.

Uma outra vantagem dessa modalidade de computação é a confiabilidade. Assim como a realização de uma cirurgia, a exemplo da criolipólise para braços, depende de um bom médico, um bom serviço de TI depende de uma boa plataforma.

A maioria das empresas que oferecem o serviço de Cloud Computing garantem disponibilidade 24 horas por dia e em todos os dias do ano. Isso se dá por meio do SLA, sigla para Service Level Agreement, que, em português, é Acordo de Nível de Serviço.

Assim, o SLA simplifica e melhora as condições de trabalho de um negócio, tal qual um laudo NR 24 que atesta um bom ambiente laboral a todos os membros da empresa.

Além disso, caso o próprio provedor tenha um problema, a corporação que usufrui do serviço dificilmente será prejudicada, já que os serviços hospedados poderão ser mudados para algum servidor disponível.

Mais um benefício desta ferramenta é a recuperação de dados acessível. Com os dados salvos em nuvem, tutelados por um provedor hábil, as empresas podem facilmente fazer backup das informações perdidas de forma facilitada.

Isso garante que, mesmo em caso de danos temporários, como uma queda de energia, ou de danos duradouros, como a quebra de equipamento, os dados estarão seguros em um servidor.

O Cloud Computing também torna as atividades manuais e com repetição em atividades automatizadas.

Assim como um exame admissional de sangue, essa automação de processos facilita a vida do funcionário, que não precisará mais se preocupar com essa atividade e pode se dedicar a tarefas mais complexas.

Isso também favorece a rapidez de resposta do negócio, melhorando a capacidade de processamento de uma grande quantidade de dados em pouco tempo, tornando a empresa ainda mais ágil e lucrativa.

Uma última vantagem da computação em nuvem é a possibilidade de trabalho remoto, podendo envolver colaboradores talentosos em diversos pontos do globo.

Como a nuvem permite que os funcionários estejam conectados onde estiverem, a empresa se vê livre das amarras físicas do escritório, podendo procurar talentos em qualquer posição geográfica.

Isso também é positivo porque o empreendimento tem mais flexibilidade para se expandir sem preocupações, já que não será necessário investir em grandes equipamentos.

Além disso, possibilita que os trabalhadores vivenciem o home office, o que pode ser uma ferramenta muito útil em diversos momentos, a exemplo do que aconteceu durante a pandemia de Covid-19.

Considerações finais

Assim como as clínicas de consultas veterinárias, os serviços de TI têm se tornado cada vez mais essenciais com o passar das décadas.

Como citado, a computação surgiu por volta dos anos 1950, derivada de necessidades bélicas, mas tem se expandido para diversas áreas do cotidiano, sendo uma delas o Cloud Computing, que está presente, por exemplo, nas plataformas de streaming.

O Cloud Computing, termo criado por volta da década de 1990, permite que um usuário com apenas um navegador e uma conexão com a internet possa trabalhar com uma série de dados, sem necessidade de equipamentos mais robustos.

A computação na nuvem permite acessar remotamente uma série de serviços de TI via internet, como:

  • Servidores;
  • Bancos de Dados;
  • Sistemas de Armazenamento;
  • Sistemas de Gestão.

Portanto, o Cloud Computing é uma ferramenta de grande relevância para quem precisa acessar informações importantes de qualquer computador ou dispositivo, uma vez que ela é flexível e está disponível em todo o mundo.

Caracterizado por serviços como o IaaS, PaaS e o SaaS, a computação em nuvem garante que os consumidores possam acessar aplicativos sem armazenar dados e nem baixar extensões em seus computadores, tablets e smartphones.

Essa tecnologia é muito mais barata que a contratação de equipes de TI para a modulação de um sistema próprio da empresa, além de ser flexível e confiável.

Os sistemas que utilizam a nuvem podem ser acessados todos os dias do ano, independente do horário, o que é vantajoso para os negócios, independente do segmento.

Além disso, em caso de perda de dados, as empresas que prestam esse serviço se dispõem a recuperar os dados, que já são previamente salvos em outros servidores, o que garante que o contratante não será prejudicado.

Outra qualidade da computação em nuvem é que o processamento de informações é mais rápido, tendo em vista que há a automatização de tarefas e não é necessária uma infraestrutura especializada.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.