João Pessoa 28.13ºC
Campina Grande 25.9ºC
Patos 29.27ºC
IBOVESPA 119376.96
Euro 5.8021
Dólar 5.4126
Peso 0.006
Yuan 0.7459
Cresce ansiedade entre deputados não eleitos por cargos na gestão do governador João Azevedo
13/12/2022 / 14:38
Compartilhe:

Deputados estaduais aliados do governador João Azevedo (PSB), que não conseguiram se reeleger, correm para tentar garantir um espaço no alto escalão da segunda gestão do socialista. Acenos, declarações, lealdade, currículos … têm sido colocados à mesa para buscar a atenção.

Nesta terça-feira (13) o deputado Ricardo Barbosa, que tentou uma vaga na Câmara Federal, declarou que tem acento garantido no próximo governo. Ele fez garantir, por suas palavras, que assumirá uma pasta. “Já fui secretário 11 vezes e devo estar nos quadros do primeiro escalão do governo João, só não vou antecipar qual delas”.

O estadual Raniery Paulino (Republicanos), também tentou emplacar um mandato federal, mas suas expectativas foram frustradas. Paulino frisou a intenção de assumir uma função caso seja chamado.  “Para onde eu vou e o que vou fazer, ainda não sei. Tenho força de trabalho seja na iniciativa pública, seja na iniciativa  privada, o que eu não posso é ficar sem trabalhar porque tenho meus filhos pra sustentar”, frisou, ressaltando ainda sua torcida para que um dos eleitos por seu partido seja chamado a ocupar uma função na administração estadual ou federal para assim, ser alçado à titularidade no parlamento federal.

O outro deputado do Republicanos, Bosco Carneiro, não eleito à Assembleia Legislativa, também aguarda definições e um espaço na próxima gestão para aliados.  O partido foi um dos grandes pilares de Azevedo e deve ter uma parcela de cargos.

O outro estadual, Anísio Maia, aguarda um contato com o governador e declarou que se fosse para escolher um setor, definiria a área social para trabalhar na administração estadual. Porém, lembrou sua experiência na área da Pesca, Agricultura e Direitos Humanos. “Na verdade a pessoa não pode chegar ao governador e dizer eu quero e tal. Não tenho essa pretensão e não devo ter. É a construção de um diálogo”, destacou.

Já o deputado federal Julian Lemos (União Brasil), que aderiu à campanha de João no segundo turno, afirmou que se o socialista entender que ele pode ser útil na administração, aceitará. “Estou pronto para servir”.

A expectativa é que na última semana de dezembro o governador já comece a anunciar os primeiros nomes da nova equipe.