João Pessoa 22.13ºC
Campina Grande 20.9ºC
Patos 20.96ºC
IBOVESPA 128293.61
Euro 5.8516
Dólar 5.4398
Peso 0.0059
Yuan 0.7489
CRMV-PB repudia matéria ligando gatos à esquizofrenia e destaca que desinformação gera abandono e maus-tratos
14/12/2023 / 19:53
Compartilhe:

O Conselho Regional de Medicina Veterinária da Paraíba (CRMV-PB) repudia matéria do jornal O Globo intitulada “Ter gatos de estimação mais que dobra o risco de uma pessoa desenvolver esquizofrenia, descobre pesquisadores”. O material foi replicado por diversos veículos de comunicação.

O presidente do Conselho, o médico-veterinário, José Cecílio, destaca que a desinformação gera abandono e maus-tratos contra os bichanos. “Pedimos que a imprensa paraibana não reproduza esse tipo de conteúdo. Também nos colocamos à disposição para qualquer esclarecimento”, disse, acrescentando que vai encaminhar as informações e pedir ajuda a Associação Paraibana de Imprensa e Associação de Mídia Digital para combater a desinformação sobre esse fato.

A matéria fala de uma pesquisa do Centro de Pesquisa em Saúde Mental de Queensland que liga gatos de estimação e risco de esquizofrenia, que não é conclusiva. Segundo os autores, alguns dos estudos eram de baixa qualidade; 15 das 17 análises, não podem provar causa e efeito e os resultados foram inconsistentes.

O material liga o gato à transmissão da toxoplasmose. Segundo o Ministério da Saúde, esta é uma zoonose que dificilmente é transmitida diretamente dos gatos para as pessoas. O perigo está no contato com as fezes contaminadas do felino e no consumo de água contaminada e alimentos mal lavados ou mal cozidos.

Além disso, somente de 10 a 15% dos felinos carregam o parasita causador da infecção. Geralmente, os bichanos são contaminados devido a ingestão de carne de aves e roedores. “Por isso, gatos que se alimentam de ração e que vivem em casa ou apartamento, sem acesso à rua, dificilmente poderão contrair a toxoplasmose”, explicou José Cecílio.