João Pessoa 25.13ºC
Campina Grande 22.9ºC
Patos 24.35ºC
IBOVESPA 124305.57
Euro 5.6025
Dólar 5.1707
Peso 0.0058
Yuan 0.7135
Dia da Consciência Negra é celebrado com Auto dos Orixás em João Pessoa
20/11/2023 / 06:51
Compartilhe:

‘O Sagrado nas Relações Humanas’ é o tema da 13ª edição do Auto dos Orixás 2023, que acontece nesta segunda-feira (20), às 19h, no Ponto de Cem Réis, centro da capital. O evento é realizado pelo Ateliê Multicultural Elioenai Gomes, em comemoração ao Dia da Consciência Negra, e conta com o apoio do governo da Paraíba, por meio da Secretaria de Estado da Mulher e da Diversidade Humana (SEMDH).

O que era apenas um espetáculo, o Auto dos Orixás, idealizado em 2011, ao longo dos anos tomou grandes proporções. Este ano, além da encenação, a apresentação será marcada por atividades ‘afro multiculturalidades’ que estarão no mesmo espaço para estimular o fortalecimento da rede de grupos/entidades e artistas pretos da cultura paraibana.

Na programação, haverá a participação da marcha da negritude paraibana, grupo de capoeira, feira preta, feira quilombola, entre outros. O auto ainda terá um estande da SEMDH com divulgação da campanha ‘Não à violência e misoginia’, bem como uma instalação do artista Elioenai Gomes, abordando o combate à misoginia e ao suicídio.

O espetáculo

O Auto dos Orixás 2023 terá uma edição musicalizada. O cantor e compositor paraibano Escurinho será o grande homenageado, com roteiro musical e o ato pontuado pelas suas composições que serão interpretadas pelos grupos e cantores que participam da encenação.

A atividade começa com o cortejo dos participantes, vindo do Atelier Multicultural Elioenai Gomes, localizado na Praça do Bispo. Em seguida, terá apresentação do grupo Coco de Guinê, com direção do professor e coreógrafo Marcelo Bulhões, da UFPB. Haverá participação especial do coral Voz Ativa, que completa 30 anos, a estreia do coral Vozes Afro-Indígena Orikis, do Atelier Multicultural Elioenai Gomes, apresentação da Escola Ilú Odara, Cleyton Barata, Mallu Morena, entre outros, e o encerramento será coroado com o grupo afro-indígena Raízes.

Com direção-geral, roteiro, figurinos e adereços assinados pelo idealizador, o artista Elioenia Gomes, e coreografia em conjunto com a bailarina Luciana Peixoto, o Auto dos Orixás 2023 promete grandes surpresas e emoções. A história começa com a presença de uma narradora chamada a ‘Gameleira Branca’, interpretada pela atriz Fernanda Ferreira, que contará toda a história que fala da temática, do verdadeiro sentido das relações nesta etapa da existência, neste plano chamado terra.

De acordo com Elioenai Gomes, os arquétipos de 16 orixás (divindades das religiões Afro) serão apresentados em todo o espetáculo. “Então falamos das relações humanas em diversos sentidos e formas de relacionar- se como amor de mãe e filho, pai e filho, avó e netos, irmãos, amor de homem e homem, mulher e homem, mulher e mulher, essas diversas relações. É mais uma oportunidade para celebração da vida humana, por isso, o amor sempre em evidência, o alto significado humanístico do espetáculo, um evento imperdível”, pontua.