João Pessoa 24.13ºC
Campina Grande 20.9ºC
Patos 22.48ºC
IBOVESPA 119630.44
Euro 5.8311
Dólar 5.441
Peso 0.006
Yuan 0.75
Em 2022, 1,5 Milhão de brasileiros trabalharam por meio de aplicativos de Sserviços
25/10/2023 / 18:51
Compartilhe:

Em 2022, cerca de 1,5 milhão de pessoas no Brasil estavam envolvidas em trabalhos por meio de plataformas digitais e aplicativos de serviços, representando 1,7% da população ocupada no setor privado. Esses dados foram divulgados pelo IBGE no módulo Teletrabalho e Trabalho por Meio de Plataformas Digitais da PNAD Contínua.

A análise revelou que a maioria desses trabalhadores estava envolvida em atividades de transporte de passageiros (52,2%) e entrega de comida e produtos (39,5%). Os demais trabalhavam em serviços gerais ou profissionais (13,2%). A região Norte do Brasil destacou-se por ter a maior proporção de trabalhadores no transporte de passageiros e a menor proporção em serviços gerais ou profissionais.

A pesquisa também destacou que a maioria dos trabalhadores por aplicativos eram homens (81,3%) e estavam na faixa etária de 25 a 39 anos (48,4%). A escolaridade predominantemente estava no nível médio completo ou superior incompleto (61,3%).

Os trabalhadores por aplicativos tendiam a trabalhar mais horas por semana do que os não plataformizados, embora seu rendimento por hora fosse inferior. A contribuição para a previdência era menor entre os trabalhadores por aplicativos, enquanto a informalidade era mais alta.

Essa pesquisa inovadora, fruto de uma parceria entre o IBGE, a Unicamp e o Ministério Público do Trabalho, fornece informações valiosas para o debate sobre o trabalho em plataformas digitais, destacando a necessidade de regulamentação e políticas públicas eficazes para essa categoria de trabalhadores.

Informações Agência IBGE Notícias