Em João Pessoa, seleção inicia treinos para amistosos contra Argentina no estado

Jogos na Paraíba marcam novo ciclo da técnica Pia Sundhage no Brasil

A seleção feminina de futebol já está em solo paraibano para os primeiros treinos no estádio Almeidão, em João Pessoa, onde terá pela frente a Argentina em amistoso na próxima segunda-feira (20), às 16h (horário de Brasília). Antes, na sexta-feira (17), a equipe comandada por Pia Sundhage encara o mesmo adversário no estádio Amigão, em Campina Grande, também às 16h.

A maior parte do grupo chegou à capital paraibana na segunda-feira (13). Nesta terça, a meia-atacante Marta e a atacante Debinha se integraram à delegação, que reúne 23 jogadoras. Pouco mais da metade delas (12) não esteve na Olimpíada de Tóquio (Japão) e cinco podem estrear pela seleção: a goleira Lorena (Grêmio), as laterais Katrine (Palmeiras) e Bruninha (Santos) e as zagueiras Thais (Palmeiras) e Lauren (São Paulo).

Leia Também

“Estamos em um clima de renovação, [corrigir] detalhes, tentando consertar os pequenos erros, que não foram muitos. Acho que essa renovação vai trazer um mar novo e força para os próximos objetivos, que não estão longe”, descreveu a zagueira Daiane, uma das atletas que não competiu em Tóquio, em entrevista coletiva.

“A renovação é importante, assim como manter a essência, com meninas mais experientes. É interessante elas passarem essa experiência para a gente, porque precisamos. Para mim, não tem tantas meninas novas, joguei com algumas na [seleção] sub-20, então estou bem à vontade com elas e feliz de estar participando”, emendou a defensora de 24 anos, que atua no Madrid CFF (Espanha).

Presidente da FPF-PB, Michelle Ramalho conversa com a técnica Pia Sundhage na chegada da Seleção à Paraíba — Foto: Talita Gouveia / CBF / Reprodução GE PB

A própria Daiane vive uma etapa nova na carreira, recuperada de uma série de lesões que custaram mais chances com Pia no ciclo dos Jogos de Tóquio. Convocada de última hora para a Copa do Mundo de 2019, na França, após a contusão da também zagueira Érika, a jogadora sabe que precisará se adaptar às características que a técnica sueca prega na seleção brasileira, como a polivalência.

“Quero trabalhar para fazer as duas posições [zaga e lateral esquerda]. Tenho começado esse trabalho no clube. Como a Pia fala, acho importante a gente poder fazer uma posição a mais. Isso dá vantagem em jogos e competições curtas, onde o tempo de recuperação é menor e a lista de atletas é reduzida. A gente tem a Tamires, que é um fenômeno, mas também quero estar ali, para o que der e vier, sempre ajudando a seleção”, disse a defensora.

Os duelos iniciam a preparação do Brasil para a Copa América do ano que vem, ainda sem lugar definido. A competição distribui três vagas diretas à Copa do Mundo de 2023 (que será realizada em Austrália e Nova Zelândia), duas à repescagem mundial e três aos Jogos Pan-Americanos, também em 2023, no Chile.

Com Agência Brasil

#PUBLICIDADE#

Mais Lidas

Juliette vira personagem de jogo online desenvolvido por estudante paraibano

“Tenho trabalhado cerca de 6 horas por dia no jogo, todos os dias. Criando o conceito, desenhos, animações, programação e gravando, editando pra postar no Instagram. [Na vida real] é lógico que ela vai sair campeã da casa, a quantidade de cactos [apelido dos fãs da participante] só vai aumentar e ela vai continuar sendo o fenômeno que é, mesmo após o fim do programa”, explica o estudante. 

Com mais 7 milhões de doses, Saúde oferecerá vacinas para 100% da população acima de 60 anos, diz coordenadora

Fantinato participou na manhã desta sexta de audiência pública da Comissão de Educação da Câmara dos Deputados. O objetivo do encontro, do qual participaram o prefeito de Fortaleza, Sarto Nogueira (PDT), e representantes de entidades de educação, era debater a vacinação de profissionais da educação e estudantes da rede pública.

João Pessoa segue com vacinação de pessoas a partir de 60 anos neste domingo

Neste final de semana, os postos de vacinação também começaram a receber doações de alimentos não perecíveis para serem distribuídas com instituições de caridade à famílias necessitadas, atingidas pelos efeitos dessa pandemia. Mesmo não podendo doar 1 kg de alimento, as pessoas dos grupos prioritários que já podem tomar a vacina devem comparecer aos locais de imunização.

O pacote de Cícero e os reflexos políticos

Cícero era cobrado nos bastidores para apresentar algo do gênero, pois venceu a eleição, prometendo colocar a cidade no século XXI. Ao lançar o programa, mostra que se preparou nos últimos cinco meses arrumando a casa para promover os avanços esperados. 

ALPB lamenta morte do diretor de operações da Cagepa Simão Almeida

Natural da cidade de Campina Grande (PB), Simão Araújo Barbosa de Almeida era formado em Engenharia Civil, pela até então Universidade Federal da Paraíba (UFPB), atualmente Universidade Federal de Campina Grande (UFCG)
#PUBLICIDADE#

ACHAMOS QUE VOCÊ VAI GOSTAR

#PUBLICIDADE#