22.1 C
João Pessoa
18.9 C
Campina Grande
11.5 C
Brasília

Em Marcha para Jesus, Bolsonaro diz que “povo é seu Exército”

Sem citar nomes, presidente afirma ter o dever de trazer para dentro das 4 linhas da Constituição quem age fora dela

O presidente Jair Bolsonaro (PL) voltou neste sábado (21), a falar sobre a defesa da liberdade de expressão. Afirmou, sem citar nomes, ser seu dever como chefe do Executivo trazer para “dentro das 4 linhas da Constituição” quem age fora dela.

“Somos democratas, respeitamos a nossa Constituição e é um dever meu, como chefe do Executivo, fazer que todos aqueles que estejam fora das 4 linhas da nossa Constituição venham para dentro”, disse o presidente na Marcha para Jesus em Curitiba (PR), evento organizado por pastores evangélicos.

Leia Também

Bolsonaro chegou à capital paranaense na 6ª feira (20.mai), depois de encontro com o empresário Elon Musk em Porto Feliz (SP). Teve jantar com o governador Ratinho Jr. (PSD). Às 9h deste sábado, chegou ao evento que reúne representantes de igrejas cristãs de diferentes denominações.

“O nosso Exército é o povo brasileiro. Vocês nos dão o Norte, vocês participam hoje de um movimento que é tradição em várias capitais do Brasil”, declarou o presidente.

Depois de falar por aproximadamente 5 minutos, Bolsonaro participou de uma oração liderada pelo pastor Cícero Bezerra.
Bolsonaro divulgou um vídeo em suas contas nas redes com um resumo da participação na Marcha. Assista (1min57s):

Pesquisa PoderData realizada de 24 a 26 de abril de 2022 mostra que Bolsonaro segue dividido na avaliação dos evangélicos: no segmento, 42% consideram o trabalho do presidente da República “ótimo” ou “bom”. Outros 35% o avaliam como “ruim” ou “péssimo” –taxa que recuou 5 pontos percentuais desde o último levantamento, realizado 15 dias antes.

A avaliação do presidente no estrato evangélico é consideravelmente mais favorável do que na população em geral, em que a taxa de “ótimo” ou “bom” é de 28% e a de “ruim” ou“péssimo” vai a 50%.

Quando se consideram só os entrevistados católicos, Bolsonaro tem avaliação mais desfavorável: 23% de “bom” ou “ótimo” e 49% de “ruim” ou “péssimo”.

A taxa dos que consideram Bolsonaro “ruim” ou “péssimo” entre o eleitorado evangélico caiu 5 pontos percentuais em 15 dias. O grupo que considera o presidente “regular” seguiu movimento oposto e subiu 5 p.p. no período.

A pesquisa foi realizada pelo PoderData, empresa do grupo Poder360 Jornalismo, com recursos próprios. Os dados foram coletados de 24 a 26 de abril de 2022, por meio de ligações para celulares e telefones fixos. Foram 3.000 entrevistas em 283 municípios nas 27 unidades da Federação. A margem de erro é de 2 pontos percentuais. O intervalo de confiança é de 95%.

Para chegar a três mil  entrevistas que preencham proporcionalmente (conforme aparecem na sociedade) os grupos por sexo, idade, renda, escolaridade e localização geográfica, o PoderData faz dezenas de milhares de telefonemas. Muitas vezes, mais de 100 mil ligações até que sejam encontrados os entrevistados que representem de forma fiel o conjunto da população. Saiba mais sobre a metodologia lendo este texto.

“É muito bom estar entre aqueles que têm Deus no coração. Agradeço a Ele pela minha vida e pela missão de estar à frente do executivo federal. Temos hoje um presidente, um governo que acredita em Deus, respeita os seus militares, defende a família brasileira e deve lealdade ao seu povo. Peço a Ele mais que sabedoria, peço força para resistir e coragem para decidir.

“O nosso Exército é o povo brasileiro. Vocês nos dão o Norte, vocês participam hoje de um movimento que é tradição em várias capitais do Brasil, louvando a Ele, o responsável por tê-los colocado aqui. Sabemos o quão importante é a liberdade de religião e expressão em nosso Brasil.

“Tenho certeza, assim como entrei praça no Exército há mais de 40 anos, jurei dar minha vida pela pátria. Hoje, mais do que isso, todos nós daremos nossa vida pela nossa liberdade. Esse é o bem maior de um país que se diz democrático. Essa é a razão maior de lutarmos por nossos objetivos. A liberdade é mais importante que a própria vida. A história nos mostra isso.

“A oração é individual, de cada um. Pertencemos à nação mais cristã do mundo. O Brasil é uma referência para o globo todo. É um país que tem vocação para o futuro sem descuidar do presente. Nós juntos, com fé, atingiremos nossos objetivos. É uma missão que tenho e só Deus me tira daquela cadeira.

“Somos democratas, respeitamos a nossa Constituição e é um dever meu, como chefe do Executivo, fazer com que todos aqueles que estejam fora das 4 linhas da nossa Constituição venham para dentro da mesma. É a maneira que temos de viver em paz e harmonia e sonhar com um futuro promissor para todos. Nada fazemos sem Ele. Ele está no meio de nós.

“Esta marcha é uma prova de gratidão, respeito e louvor ao nosso Deus. Nossa fé é inabalável. A todos vocês, agradecemos a presença, porque temos oportunidade de mostrar que a única diferença minha para vocês é esse ponto um pouco mais alto que ocupo no momento. Não há diferença entre nós. Nosso currículo no dia do ponto final será aquilo que fizemos nessa breve passagem pela terra.

“Obrigado a Deus pela oportunidade, pela minha vida e pela missão e obrigado por esse povo cristão maravilhoso que temos em nossa nação. Um bom dia a todos vocês.”

Por Poder360

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

#PUBLICIDADE#

Mais Lidas

DO SERTÃO AO LITORAL: A agenda de shows do São João 2022 nos municípios da Paraíba

Depois de dois anos sem os grandes eventos públicos de São João, a Paraíba se prepara para dançar muito...

DATAVOX: João Azevêdo lidera com 40,7% das intenções de voto na 1ª pesquisa para governo da PB em 2022

Realizada em parceria entre o Instituto Datavox e o portal PB Agora, a pesquisa aponta o deputado federal Pedro Cunha Lima (PSDB) em segundo lugar, com 14,2%. Em seguida vem o senador Veneziano Vital (MDB), com 6,6%, o ex-prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo (PT) com 5,9%, Nilvan Ferreira (PTB) com 3,2% e a vice-governadora do estado, Lígia Feliciano (PDT) com 1%. Indecisos somam 20,3%, enquanto brancos e nulos representam 8,1%.

ENQUETE F5: Se as eleições fossem hoje Pedro Cunha Lima seria o novo governador da Paraíba

O programa F5 da Rádio POP FM realizou uma enquete com os ouvintes e expectadores que acompanharam a transmissão pelo YouTube da edição desta...

São João de Campina Grande: veja as atrações que se apresentam hoje no Parque do Povo

Felipe Araújo, Ton Oliveira, Fabrício Rodrigues e Diego Santana, estarão no palco principal do Parque do Povo na noite deste sábado em Campina Grande....

SALÁRIO: Prefeitura de João Pessoa antecipa pagamento de junho e anuncia aumento de 10 %

O prefeito Cícero Lucena anunciou, nesta segunda-feira (20), o reajuste linear de 10% para todos os servidores do Município de João Pessoa (exceto àquelas...
#PUBLICIDADE#

ACHAMOS QUE VOCÊ VAI GOSTAR

#PUBLICIDADE#