29.1 C
João Pessoa
24.9 C
Campina Grande
21.5 C
Brasília

Estado apresenta aumento significativo de casos da dengue, chikungunya e zika

Só neste mês de julho, foram 2.300 novos casos prováveis de dengue, 1.700 de chikungunya e 100% de acréscimo nos casos de zika, em relação ao boletim anterior

A Secretaria de Estado da Saúde (SES), por meio da Gerência Executiva de Vigilância em Saúde, divulgou o boletim das arboviroses do período de janeiro a 24 de julho de 2021. Foram registrados 6.982 casos prováveis de dengue, 4.413 de chikungunya e 718 da doença aguda pelo vírus zika. Houve um aumento significativo em relação ao mesmo período do ano passado.

Só neste mês de julho, foram 2.300 novos casos prováveis de dengue, 1.700 de chikungunya e 100% de acréscimo nos casos de zika, em relação ao boletim anterior. Se comparar com o mesmo período do ano de 2020, houve um aumento de 53% nas notificações de dengue, 331% de chikungunya e, para os casos prováveis de zika, houve um aumento de 239%.

Leia Também

Foram oito registros de óbitos suspeitos por arboviroses, nos municípios do Conde (01), João Pessoa (05), Sapé (01), e Patos (01), sendo quatro descartados e dois confirmados para dengue, em João Pessoa e Patos. Dois continuam em investigação. No mesmo período de 2020, houve 01 óbito confirmado por dengue, em Sapé, e dois casos confirmados por chikungunya, em João Pessoa.

Em 2021, foram notificados 14 casos confirmados por vírus zika em gestantes, por critério laboratorial, nos municípios de Baraúna (01), Cabedelo (01), Campina Grande (01), Itapororoca (02), João Pessoa (04), Natuba (01), Pedras de Fogo (01), Picuí (01), Queimadas (01) e São Vicente do Seridó (01).

Levantamento Rápido de Índices para Aedes aegypti – LIRAa

Até o fechamento do boletim, 209 municípios realizaram o LIRAa. De acordo com os resultados enviados, 73 (34,92%) apresentaram índices que demonstram situação de risco para ocorrência de surto; 107 (51,19%) encontram-se em situação de alerta e 29 (13,87%) municípios em situação satisfatória. 10 municípios (4,78%) apresentaram níveis do Índice de Infestação Predial (IIP) zero.

Recomendações Gerais

No boletim, constam ainda várias recomendações. Algumas, por conta do período de elevadas temperaturas e intermitência de chuvas, são direcionadas às Secretarias Municipais de Saúde:

  • Intensificar as ações de modo integrado aos diversos setores locais como infraestrutura, limpeza urbana, Secretarias de Educação, Comunicação e Meio Ambiente, e outras áreas afins;
  • Sensibilizar a população quanto ao autocuidado para eliminação de criadouros do mosquito Aedes aegypti, contribuindo para o controle da dengue, zika e chikungunya;
  • Manter ativa a vigilância para notificação dos casos suspeitos das arboviroses;
  • Investigar, acompanhar e encerrar os casos notificados para dengue, zika e chikungunya;
  • Realizar coleta de material para confirmação laboratorial de casos suspeitos, atentando para as normas e procedimentos de coleta específicos de cada técnica/vírus;
  • Integração dos ACSs e ACEs no combate aos criadouros de Aedes e na identificação/sinalização dos casos suspeitos.

A técnica da SES, responsável pelas arboviroses, Carla Jaciara, lembra que os focos do mosquito, na grande maioria, são encontrados dentro de casa, quintais e jardins. “Daí, a importância das famílias não esquecerem que, pelo menos uma vez por semana, deve ser feita uma faxina para eliminar copos descartáveis, tampas de refrigerantes ou outras garrafas, e, em especial, lavar bem a caixa d’água e depois vedar”, ressaltou.

Carla ainda alertou para que a população fique atenta e não deixe água acumulada em pneus, calhas e vasos, adicione cloro na água da piscina e deixe garrafas cobertas ou de cabeça para baixo. “São medidas que estamos sempre repetindo porque fazem toda a diferença para impedir o registro de mais casos de arboviroses. Além de receber em casa o técnico de saúde, devidamente credenciado, para que as visitas de rotina sirvam como vigilância”, concluiu.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

#PUBLICIDADE#

Mais Lidas

DO SERTÃO AO LITORAL: A agenda de shows do São João 2022 nos municípios da Paraíba

Depois de dois anos sem os grandes eventos públicos de São João, a Paraíba se prepara para dançar muito...

ENQUETE F5: Se as eleições fossem hoje Pedro Cunha Lima seria o novo governador da Paraíba

O programa F5 da Rádio POP FM realizou uma enquete com os ouvintes e expectadores que acompanharam a transmissão pelo YouTube da edição desta...

DATAVOX: João Azevêdo lidera com 40,7% das intenções de voto na 1ª pesquisa para governo da PB em 2022

Realizada em parceria entre o Instituto Datavox e o portal PB Agora, a pesquisa aponta o deputado federal Pedro Cunha Lima (PSDB) em segundo lugar, com 14,2%. Em seguida vem o senador Veneziano Vital (MDB), com 6,6%, o ex-prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo (PT) com 5,9%, Nilvan Ferreira (PTB) com 3,2% e a vice-governadora do estado, Lígia Feliciano (PDT) com 1%. Indecisos somam 20,3%, enquanto brancos e nulos representam 8,1%.

Clientes da influencer que caiu de prédio lamentam morte e afirmam que ela tomava medicamentos

Clientes, colegas e amigos da influenciadora digital Gabi Garcez têm usado as redes sociais para lamentar a fatalidade registrada nesta terça-feira (7). A empresária era...

VÍDEO: Influencer morre após cair de prédio com mais de 180 metros em João Pessoa

Uma mulher morreu após cair do prédio Tour Geneve na tarde desta terça-feira (7), em João Pessoa. O caso foi registrado no bairro Altiplano. O...
#PUBLICIDADE#

ACHAMOS QUE VOCÊ VAI GOSTAR

#PUBLICIDADE#