João Pessoa 25.13ºC
Campina Grande 22.9ºC
Patos 26.73ºC
IBOVESPA 124305.57
Euro 5.6025
Dólar 5.1645
Peso 0.0058
Yuan 0.7135
“Evitar que isso se alastre”: secretário Jean Nunes afirma que Segurança da PB e do RN estão integradas nas investigações dos ataques
14/03/2023 / 17:35
Compartilhe:

Desde as primeiras horas da madrugada desta terça-feira (14), os comandos da Polícia Militar e Polícia Civil da Paraíba estão em alerta sobre os ataques ocorridos no Rio Grande do Norte. A informação foi dada pelo secretário de Segurança do Estado, Jean Nunes, em entrevista ao programa F5, na tarde de hoje. 

“Tenho tratado pessoalmente com o secretário de Segurança do Rio Grande do Norte, Coronel Araújo, para integrar nossas inteligências, mais especificamente nesse caso, para adotar medidas mais precisas aqui no estado”, afirmou Nunes.

Os ataques no RN começaram na madrugada de hoje e, até esta tarde, 19 cidades registraram tiros e incêndios em prédios públicos, comércios e veículos. A suspeita é de que os atentados façam parte de um ataque coordenado por uma facção criminosa. Cinco pessoas foram presas e uma pessoa morreu em confronto com a polícia.

De acordo com o secretário Jean Nunes, as cidades paraibanas que fazem fronteira com o RN terão o policiamento reforçado. “As nossas forças de segurança estão atentas, em razão da proximidade com alguns municípios que sofreram esses ataques. (…) A gente tá tratando com a mesma preocupação, no sentido da gente evitar que isso se alastre, que isso tenha reflexo aqui para o nosso estado. A população pode ficar tranquila, que a gente tá procurando antecipar algum problema aqui para a Paraíba”, acrescentou.

Ainda não há confirmação oficial sobre a motivação dos atentados. As cidades atingidas foram a capital, Natal, além de Acari, Boa Saúde, Caicó, Campo Redondo, Cerro Corá, Jaçanã, Lagoa D’anta, Lajes Pintadas, Macau, Montanhas, Mossoró, Nísia Floresta, Parnamirim, Santo Antônio, Tibau do Sul, Touros, São Miguel do Gostoso.

Assista à entrevista completa: