25.1 C
João Pessoa
23.9 C
Campina Grande
25.5 C
Brasília

GOVERNO-CORONAVÍRUS: Após reunião com Poderes, Bolsonaro anuncia comitê, defende vacinação e prega tratamento precoce

Ele afirmou que o comitê vai reunir o governo federal, os governadores e o Senado Federal Senado Federal

BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) – O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) anunciou nesta quarta-feira (24) a criação de um comitê para coordenar as ações de enfrentamento à pandemia. Ele afirmou que o comitê vai reunir o governo federal, os governadores e o Senado Federal Senado Federal.

“Da nossa parte, um comitê que se reunirá toda semana para redirecionar o combate ao coronavirus”, disse.

Leia Também

Bolsonaro afirmou que a reunião foi marcada pela “unanimidade, a intenção de nos dedicarmos cada vez mais à vacinação em massa no Brasil”. Por outro lado, voltou a falar que discutiu na reunião o tratamento precoce contra a Covid-19.

As falas aconteceram após reunião na manhã desta quarta-feira (24) no Palácio do Alvorada com os presidentes da Câmara e do Senado, respectivamente Arthur Lira (PP-AL) e Rodrigo Pacheco (DEM-MG), ministros, governadores e representantes de outros poderes. O objetivo era discutir ações de enfrentamento à pandemia da Covid-19.

O encontro, uma tentativa de concertação com outros Poderes e governadores, era apontado por parlamentares como a “última chance” de Bolsonaro”. Em caso de fracasso, por culpa do presidente da República, prometem elevar ainda mais a pressão para a instalação de CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) para investigar a atuação do governo no enfrentamento à pandemia do novo coronavírus.

Às vésperas do encontro, o presidente fez um pronunciamento em cadeia nacional de rádio e TV na noite de terça-feira afirmando que 2021 seria o “ano da vacinação dos brasileiros”.

O presidente mentiu ao falar que, “em nenhum momento, o governo deixou de tomar medidas importantes para combater o coronavírus como para combater o caos na economia”. Nos últimos 12 meses, Bolsonaro minimizou a pandemia, provocou aglomerações, falou contra o uso de máscaras e brecou negociações de imunizantes.

O pronunciamento aconteceu no pior dia da pandemia no Brasil, quando foram registradas 3.158 mortes por Covid-19 no país.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

#PUBLICIDADE#

Mais Lidas

Polícial Rodoviária Federal morre em Cabedelo

A policial rodoviária federal Renata Maia Pimenta, de 42 anos, morreu na noite desta sexta-feira (20) no prédio onde...

DATAVOX: João Azevêdo lidera com 40,7% das intenções de voto na 1ª pesquisa para governo da PB em 2022

Realizada em parceria entre o Instituto Datavox e o portal PB Agora, a pesquisa aponta o deputado federal Pedro Cunha Lima (PSDB) em segundo lugar, com 14,2%. Em seguida vem o senador Veneziano Vital (MDB), com 6,6%, o ex-prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo (PT) com 5,9%, Nilvan Ferreira (PTB) com 3,2% e a vice-governadora do estado, Lígia Feliciano (PDT) com 1%. Indecisos somam 20,3%, enquanto brancos e nulos representam 8,1%.

Palco desaba e deixa formandos de medicina feridos na Grande João Pessoa

Duas  pessoas  foram socorridas com traumatismo craniano encefálico (TCE) após parte da estrutura de um palco desabar, no final da tarde deste sábado (21),...

15 possíveis temas de redação para o Enem 2022

O Portal Nacional da Educação divulgou uma lista com os possíveis temas de redação para as provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem),...

ENQUETE F5: Se as eleições fossem hoje Pedro Cunha Lima seria o novo governador da Paraíba

O programa F5 da Rádio POP FM realizou uma enquete com os ouvintes e expectadores que acompanharam a transmissão pelo YouTube da edição desta...
#PUBLICIDADE#

ACHAMOS QUE VOCÊ VAI GOSTAR

#PUBLICIDADE#