João Pessoa 23.13ºC
Campina Grande 19.9ºC
Patos 21.96ºC
IBOVESPA 127218.24
Euro 5.8367
Dólar 5.4156
Peso 0.0059
Yuan 0.7445
Gripe avança no pós-festas e diretora de Atenção à Saúde pede cautela: ‘Máscara e sabão’
04/01/2022 / 13:25
Compartilhe:

Assim como outras capitais do país, João Pessoa tem registrado, nas últimas semanas, aumento na ocupação em Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) e nas Unidades de Saúde da Família (USF), principalmente por pacientes com quadros gripais.

Segundo a Secretaria de Saúde municipal, a média de ocupação em UPA’s na noite desta segunda-feira (3) era de 450 pessoas por unidade. A maior parte dos casos concentra sintomas leves como coriza, espirros e dores de garganta.

De acordo com a diretora de Atenção à Saúde, Rayanna Coelho, “desde duas semanas antes do Natal a gente vêm percebendo um movimento aumentando, tanto na atenção básica quanto nas UPAs, de pessoas gripadas. São sintomas na maioria das vezes leves, mas que incapacita trabalhos rotineiros”, explicou.

A alta no fluxo de pacientes também é puxada pela temporada pós-festas de Réveillon, que desencadeia uma maior propagação de vírus pela aglomeração de pessoas. Para o infectologista Alberto Chebabo, vice-diretor da Sociedade Brasileira de Infectologia (SBI), já existe um aumento de casos de covid-19 e influenza no Brasil decorrente das confraternizações de Natal e início de ano. Mas isso pode piorar nas próximas semanas.

“Sem dúvida teremos uma explosão de casos de Covid-19 nas próximas semanas, como aconteceu em todos os outros países”, alerta o médico. De acordo com Chebabo, é necessário aumentar a testagem e a proteção individual.

Com o aumento dos casos, a atenção básica de João Pessoa deverá ser reforçada com mais profissionais para atender a demanda. A diretora Rayanna Coelho destaca, no entanto, a importância das medidas não farmacológicas de prevenção. “É um momento ainda que a gente tem que ter cautela, continuar usando a máscara e lavando as mãos”, disse à Cabo Branco.