João Pessoa 25.13ºC
Campina Grande 23.9ºC
Patos 26.68ºC
IBOVESPA 127411.55
Euro 5.5733
Dólar 5.1531
Peso 0.0058
Yuan 0.7116
Homem abre fogo em boate e mata cinco pessoas nos EUA
21/11/2022 / 07:45
Compartilhe:

Um ataque a tiros deixou ao menos cinco mortos e 25 feridos em uma boate gay no Colorado, EUA, na noite deste sábado (19) —madrugada de domingo no Brasil. Um homem disparou nos frequentadores do Club Q durante a celebração do Dia da Lembrança Transgênero —que homenageia, todo 20 de novembro, pessoas trans mortas em ataques violentos.

O agressor foi identificado como Anderson Lee Aldrich, 22, que foi preso minutos após o ataque e foi levado ao hospital para cuidar de ferimentos. Vários dos feridos estão em estado grave, segundo autoridades.

De acordo com a polícia, ao menos dois frequentadores entraram em luta corporal com o atirador e o detiveram logo após ele iniciar os disparos usando um rifle, o que provavelmente evitou uma tragédia maior. Segundo o jornal The New York Times, Aldrich vestia uma jaqueta camuflada e carregava o que pareciam ser seis pentes de munição.

O suspeito está detido e se recupera de ferimentos em um hospital, disse a porta-voz da polícia da cidade de Colorado Springs, Pamela Castro, em entrevista coletiva. Segundo a corporação, várias armas de fogo foram encontradas na boate –é incerto se todas pertenciam ao atirador.

Não foi divulgada nenhuma informação sobre a motivação do agressor, mas um porta-voz do governo local disse que, no ano passado, autoridades foram alertadas sobre um possível atentado com bombas envolvendo um indivíduo com o mesmo nome e a mesma data de nascimento do atirador.

No Google, o Club Q se descreve como uma “boate gay e lésbica voltada para adultos que oferece noites temáticas como karaokê, shows de drag e DJs”. Seus proprietários disseram, na página do estabelecimento no Facebook, que estão “devastados pelo ataque sem sentido” à comunidade. “Agradecemos as reações rápidas de clientes heroicos que subjugaram o atirador e acabaram com esse ataque de ódio.”

O clube tinha anunciado na mesma rede social que a partir das 20h de sábado celebraria o Dia da Memória Transgênero, “com uma variedade de identidades e estilos de gênero”.

Uma equipe de 34 bombeiros e 11 ambulâncias foi enviada ao local, de acordo com o porta-voz do Corpo de Bombeiros de Colorado Springs, Mike Smaldino.

Com informações de Reuters e Folha de S. Paulo