28.1 C
João Pessoa

HubCovid propõe foco em saúde mental além do setembro amarelo e olhar ampliado para profissionais de saúde

Na próxima terça, dia 28, às 14h30, o coordenador do HubCovid, Thiago Trapé, mestre e doutor em Saúde Coletiva e o médico psiquiatra Rodrigo Martins Leite, do Instituto de Psiquiatria da USP, discutem o aumento do sofrimento mental em tempos de pandemia e a necessidade de ações para profissionais de saúde e população em geral

Oito em cada dez profissionais de saúde relatam exaustão emocional após um ano de pandemia. O dado é de levantamento liderado pelo Núcleo de Estudos da Burocracia (NEB) da Escola de Administração de Empresas de São Paulo (EAESP) da Fundação Getúlio Vargas (FGV), que aplicou uma survey online a 1.829 profissionais de saúde do setor público, como médicos, profissionais de enfermagem, agentes comunitários e outros.

Além de mostrar que 80% dos trabalhadores entrevistados sentem impactos negativos na saúde mental causados pela pandemia, sendo que apenas 19% buscaram ajuda para lidar com o problema, os autores também observaram que a maioria (70%) ainda não se sente preparada para lidar com a pandemia. Os entrevistados também citam, como maiores preocupações, a má condução da pandemia pelo Governo Federal, negacionismo científico e medo de expor o vírus à família.

Leia Também

Diante deste cenário, o HubCovid – projeto que surge para fazer frente à crescente onda de Fake News e informações sem embasamento científico que circulam durante a pandemia – anuncia a Live “Saúde Mental para além do setembro amarelo”, que acontece na terça, dia 28, às 14h30, com transmissão pelo canal do Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde (CONASEMS). O HubCovid é fruto de uma parceria entre o CONASEMS, Instituto de Pesquisa e Apoio ao Desenvolvimento Social (IPADS) e a Johnson & Johnson.

Participam do bate-papo o coordenador do HubCovid, Thiago Trapé, mestre e doutor em Saúde Coletiva e o médico psiquiatra do Instituto de Psiquiatria do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (Ipq HCFMUSP), Rodrigo Martins Leite, mestre em Políticas Públicas e Serviços de Saúde Mental pela Universidade Nova de Lisboa, em Portugal.

OMS e a saúde mental na pandemia – Em campanha, a Organização Mundial da Saúde (OMS), traz depoimentos de profissionais de saúde e assistência que atuam na linha de frente de combate à pandemia. Observa-se que eles enfrentam uma ampla gama de estressores psicológicos, que podem causar efeitos duradouros no bem-estar e na saúde mental, afetando a qualidade e a segurança dos cuidados que eles prestam aos seus pacientes.

A entidade ressalta que os profissionais de saúde sofreram com situações extremas, em especial, durante o primeiro ano de pandemia e correm o risco de sofrer uma tremenda pressão psicológica por causa do estresse acumulado, exaustão física, estigma e medo de infectar-se ou infectar seus entes queridos.

Sobre o HubCovid – É uma iniciativa do Instituto de Pesquisa e Apoio ao Desenvolvimento Social (IPADS), Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde (CONASEMS) e Fundação Johnson & Johnson. É uma plataforma, disponível em http://hubcovid.org.br/, que reúne infectologistas, epidemiologistas, sanitaristas e virologistas com a proposta de disseminar conhecimento científico para gestores e profissionais da saúde envolvidos no combate à pandemia no Brasil.

Sobre o IPADS – O IPADS é uma organização sem fins lucrativos, que atua na perspectiva de contribuir com o desenvolvimento social e com a melhoria da qualidade de vida da população, apoiando a formulação, implantação e avaliação de políticas, programas e projetos. O trabalho do Instituto é caracterizado pela interdisciplinaridade, principalmente pela atuação conjunta de seus associados que buscam uma abordagem integral das necessidades do cidadão.

Sobre o CONASEMS – O Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde (CONASEMS) nasceu a partir do movimento social em prol da saúde pública e se legitimou como uma força política, que assumiu a missão de agregar e de representar as 5570 secretarias municipais de saúde do país. Desde 1988, promove e consolida um novo modelo de gestão pública de saúde baseado em conceitos como descentralização e municipalização.

#PUBLICIDADE#

Mais Lidas

Confira as profissões e áreas que devem bombar em 2022

Com o avanço da vacinação contra covid-19 e a retomada gradual da economia, a previsão de especialistas é de...

Decreto estadual regulamenta passaporte da vacina e pede que municípios evitem festas públicas

É obrigatória a apresentação do comprovante de vacinação contra a covid-19, com esquema vacinal completo, para ingressar e permanecer em bares, restaurantes, casas de shows, boates, teatros, cinemas, eventos sociais, corporativos e esportivos em todo o território estadual, desde que a imunização já tenha sido disponibilizada para a faixa etária correspondente. A apresentação do comprovante de vacinação também será necessária para inscrever-se em concurso ou prova para função pública, ser investido ou empossado em cargos na administração pública estadual direta e indireta. Do mesmo modo, para ter acesso às repartições públicas estaduais será preciso apresentar a documentação.

Veja como se cadastrar para uma vaga de emprego na Havan João Pessoa

A Paraíba está prestes a ganhar uma loja Havan, na capital João Pessoa, no próximo dia 14. O empreendimento deve gerar 150 empregos diretos...

Concurso da PMJP contará com 804 vagas em diversas áreas; veja lista

Todos os cargos são para níveis médio e superior. Segundo a gestão, o concurso deve ser realizado no primeiro semestre de 2022 e a intenção é chamar os concursados no mesmo ano.

Vídeo mostra PMs tentando abrir avião que caiu com a cantora Marília Mendonça

Na tragédia, morreram a cantora Marília Mendonça, de 26 anos, o piloto Geraldo Martins de Medeiros, o copiloto Tarciso Pessoa Viana, o produtor Henrique Ribeiro e o tio e assessor da artista, Abicieli Silveira Dias Filho. Antes de cair, o avião bimotor atingiu um cabo de uma torre de distribuição da Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig). Em outras fotos e vídeos que também circulam nas redes, é possível ver cabos e fios enrolados aos destroços da aeronave, que poderiam ser os mesmos da torre de distribuição. As possíveis causas para o acidente seguem sob investigação.
#PUBLICIDADE#

ACHAMOS QUE VOCÊ VAI GOSTAR

#PUBLICIDADE#