João Pessoa 21.13ºC
Campina Grande 18.9ºC
Patos 20.65ºC
IBOVESPA 128896.98
Euro 5.9176
Dólar 5.4291
Peso 0.0059
Yuan 0.7487
Huff abre mão da herança de Marília Mendonça e deixa para a mãe
27/01/2022 / 16:21
Compartilhe:

Nesta última quarta-feira (26), o Judiciário iniciou o processo de partilha de bens da cantora Marília Mendonça, falecida em novembro do último ano em um acidente aéreo, ocorrido em Caratinga, Minas Gerais.

Após alguns meses, a herança da artista segue em trâmite no Tribunal da Justiça do Estado de Goiás, segundo informa o colunista Léo Dias, do Metrópoles. Ele também informa que Murilo Huff, ex-namorado de Marília, abriu mão da tutela dos bens na divisão do patrimônio.

Murilo e Marília ficaram juntos por 2 anos e tiveram um filho, chamado Léo. O relacionamento terminou um mês antes da morte da artista. A gestão dos bens dos quais Huff teria direito de administrar seria os patrimônios destinados ao filho, que ficarão sob responsabilidade de Ruth Moreira, mãe da cantora, que também divide com o sertanejo a guarda da criança.

“Ele [Murilo] seria o tutor natural até a maioridade do Léo, contudo, como a Ruth sempre fez a gestão do patrimônio da Marília e auxiliou na criação do Léo, o Murilo não se opôs a questão dela manter o papel de tutora”, disse Robson Cunha, advogado da família.

“Murilo Huff e a família de Marília sempre mantiveram e vão continuar mantendo uma relação harmoniosa e respeitosa. Há um carinho recíproco e entendem que o bem principal sempre será o Léo. Por essa razão, inclusive, Murilo Huff concordou em compartilhar com a avó materna a guarda do filho, visto que a avó sempre contribuiu com esse papel na criação do Léo”, explicou o advogado.

Cunha informou ainda que a ação está correndo em segredo de Justiça. Ele contou que o valor do inventário de R$ 500 milhões, que havia sido divulgado na internet, não corresponde com a realidade do patrimônio da rainha da sofrência. “Nem perto da realidade do patrimônio da Marília, sendo que ao longo da sua vida priorizou ajudar a família e pessoas próximas à constituir grandes patrimônios, até porque possuía apenas uma parte da sua carreira”, disse.