João Pessoa 31.13ºC
Campina Grande 28.9ºC
Patos 35.02ºC
IBOVESPA 128267.93
Euro 5.5724
Dólar 5.1279
Peso 0.0058
Yuan 0.7101
IMUNIZAÇÃO: João Pessoa prorroga campanhas e alerta sobre a importância da multivacinação
08/09/2022 / 14:12
Compartilhe:

A Prefeitura de João Pessoa está promovendo junto com o movimento de imunização contra poliomielite, a Campanha de Multivacinação, que tem como o objetivo a atualização da caderneta de vacinação de crianças e adolescentes de até 15 anos incompletos, que não estejam vacinados com todas as doses do calendário oficial. As Campanhas contra Paralisia Infantil e Multivacinação foram prorrogadas até 30 de setembro e acontece em todas as salas de vacina da Rede Municipal de Saúde.

De acordo com a diretora de Vigilância em Saúde, Raquel Moraes, o objetivo da campanha, que inicialmente iria até esta sexta-feira (9), é alcançar cobertura vacinal igual ou maior que 95% para a vacina poliomielite neste público, além de reduzir o número de não vacinados de crianças e adolescentes menores de 15 anos e aumentar as coberturas vacinais, conforme o Calendário Nacional de Vacinação.

“Essa convocação e esse alerta fazemos junto aos pais, porque sabemos que nos últimos dois anos, em decorrência da pandemia, muitas crianças e adolescentes deixaram de ir aos postos tomar as vacinas de rotina e, neste período, os imunizantes do calendário de rotina não podiam ser administrados em conjunto com as vacinas que previne contra Covid-19”, informo u a diretora. “Sobretudo, nesse atual cenário, as vacinas podem ser administradas juntas e essas crianças e adolescentes precisam estar com as vacinas em dia, para que não haja nenhum prejuízo à saúde”, esclareceu Raquel Moraes.

Já contra a paralisia infantil, o público estimado para a gotinha extra da vacina contra a pólio é de 42 mil crianças menores de cinco anos, em João Pessoa. Neste caso, é alcançar a cobertura vacinal de 95% do público-alvo. Com a ocorrência de casos mundiais de poliomielite e algumas investigações de casos suspeitos que vem acontecendo no território brasileiro, a cobertura vacinal é considerada baixa, com risco da doença que estava erradicada no País voltar.

Dados – De acordo com dados do Ministério da Saúde, a cobertura vacinal da população vem despencando, chegando em 2021 com menos de 59% dos cidadãos imunizados. Em 2020, o índice era de 67% e em 2019, de 73%. O patamar preconizado pelo Ministério da Saúde é de 95%.

Prevenção segura – Com a campanha, o Ministério da Saúde pretende oportunizar o acesso às vacinas oferecidas pelo Programa Nacional de Imunizações ao maior número possível de pessoas, melhorar as coberturas vacinais no País, contribuir na redução da incidência das doenças imunopreveníveis, manter controladas, eliminadas ou erradicadas as doenças imunopreveníveis e melhorar a cobertura vacinal contra sarampo e febre amarela em áreas com risco de transmissão da doença.

As vacinas do calendário podem ser feitas de forma concomitante, incluindo a imunização contra Covid-19. A recomendação é de que a situação vacinal das crianças e adolescentes seja verificada pelos pais ou responsáveis em uma unidade de saúde. Em João Pessoa, toda a rede de assistência municipal de saúde participa da campanha de vacinação.

Imunização no SUS– A Rede Municipal de Saúde disponibiliza gratuitamente 18 tipos de vacinas que fazem parte do calendário de rotina e Programa Nacional de Imunização (PNI): BCG, Hepatite B, Hepatite A, Pentavalente, DTP, VIP, VOP, Meningocócica C, Pneumocócica 10, Rotavírus, Tríplice viral e Varicela para as crianças. Já para os adolescentes, dT, Hepatite B, Tríplice Viral, HPV e Meningocócica C; e para os adultos, dT, Hepatite B e Tríplice viral.