João Pessoa 28.13ºC
Campina Grande 24.9ºC
Patos 30.75ºC
IBOVESPA 128948.34
Euro 5.9173
Dólar 5.4286
Peso 0.0059
Yuan 0.7475
Médicos são executados a tiros em quiosque no Rio de Janeiro
05/10/2023 / 11:20
Compartilhe:

Três médicos ortopedistas foram assassinados a tiros em um quiosque na Praia da Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro, na madrugada desta quinta-feira (5). Um quarto médico foi baleado e hospitalizado.

Entre as vítimas está Diego Ralf Bomfim, de 35 anos. Ele é irmão da deputada federal Sâmia Bomfim (PSOL-SP) e cunhado do também deputado Glauber Braga (PSOL-RJ). Diego chegou a ser levado para um hospital, mas não resistiu aos ferimentos.

As outras vítimas são Marcos de Andrade Corsato (62 anos), Perseu Ribeiro Almeida (33 anos). Já Daniel Sonnewend Proença (32 anos) também foi ferido com pelo menos três tiros e levado para o Hospital Lourenço Jorge, também na Barra. Ele passa por cirurgia. As vítimas eram médicos de São Paulo e estavam no Rio para participar de um congresso de saúde.

Câmeras de segurança flagraram o momento em que as vítimas estavam em um quiosque na orla, na Avenida Lúcio Costa, quando os bandidos chegaram de carro. Três deles, todos de preto, saltaram do automóvel e iniciaram os disparos, retornando para o veículo e fugindo em seguida.

A principal suspeita da polícia é de que se trate de um crime de execução, já que os bandidos não levaram nenhum pertence dos médicos. Mais de 20 disparos foram efetuados.

 Ministro da Justiça e presidente Lula se manifestam

Nas redes sociais, o ministro da Justiça e Segurança Pública, Flávio Dino, anunciou que “em face da hipótese de relação com a atuação de dois parlamentares federais, determinei à Polícia Federal que acompanhe as investigações sobre a execução de médicos no Rio. Após essas providências iniciais imediatas, analisaremos juridicamente o caso. Minha solidariedade à deputada Sâmia, ao deputado Glauber e familiares”.

“Sobre a execução dos médicos, conversei agora com o governador do Rio, Cláudio Castro. Polícia Civil já realizando diligências investigatórias. Polícia Federal também. Secretário Executivo do MJ, Ricardo Cappelli, irá ao Rio e reunirá com a direção da PF e com o governo do Estado. Eu estou indo para a Bahia, reforçar ações lá. Reitero a minha solidariedade aos familiares de todas as vítimas”, acrescentou Dino em outro post.

Também através da rede social X (ex-Twitter), o presidente Lula (PT) afirmou: “Recebi com grande tristeza e indignação a notícia da execução de Diego Ralf Bomfim, Marcos de Andrade Corsato e Perseu Ribeiro Almeida na orla da Barra da Tijuca, Rio de Janeiro, na madrugada desta quinta-feira. As vítimas estavam na cidade para um Congresso Internacional de Ortopedia. Minha solidariedade aos familiares dos médicos e a deputada Sâmia Bomfim e ao deputado Glauber Braga. A Polícia Federal, sob determinação do ministro Flávio Dino, está acompanhando o caso”, publicou o presidente.