22.1 C
João Pessoa
18.9 C
Campina Grande
10.5 C
Brasília

Itaipava processa Alok por apresentação em camarote da Brahma

Grupo Petrópolis, dono da cerveja Itaipava, pede cerca de R$ 17 milhões em processo contra o DJ

O Grupo Petrópolis, dona da cerveja Itaipava, está movendo um processo contra Alok pedindo cerca de R$ 17 milhões do DJ e de empresas envolvidas. As informações são da coluna LeoDias, no Metrópoles.

O processo acontece por Alok ser garoto propaganda da cerveja Black Princess, que pertence ao conglomerado, e mesmo assim foi contratado para tocar no Camarote N1, no Carnaval da Sapucaí deste ano, que é patrocinado pela Brahma. Em ida ao espaço, o DJ compartilhou fotos e vídeos de sua apresentação no Instagram.

Leia Também

Alok se recusou a deletar a publicação. Após isso, ele teria tentado uma troca de contrato, deixando de ser garoto propaganda da Black Princess e passando a representar apenas a marca de energéticos do Grupo Petrópolis, o que não foi aceito.

Segundo a coluna Leo Dias, o vínculo estabelecido entre Alok e a empresa é de R$ 20 milhões, com duração de cinco anos. Metade do valor já foi pago. Agora, o Grupo Petrópolis pede o montante de volta, além de multa.

Conforme comunicado jurídico enviado à coluna pelo advogado, Robson Cunha, Alok cumpriu todos compromissos contratuais com a empresa e o conglomerado já havia sido informado que o artista se apresentava em eventos patrocinados por marcas concorrentes, como a Brahma.

“Antes de fecharmos o contrato, eles já haviam sido informados que sou contratado todos os anos para me apresentar no camarote N1. Eu não posso deixar de exercer minha principal profissão, que é o show, independente de ter outra cerveja como patrocinadora”, disse o artista.

Leia a nota completa:

Alok e Grupo Petrópolis firmaram uma parceria comercial em junho de 2021. Nesse período de 1 ano, todos os compromissos contratuais assumidos foram cumpridos.

Ocorre que todas as tratativas da relação existente entre as partes foram construídas por uma diretoria que assumiu o grupo Petrópolis durante a ausência de Walter Faria, presidente e fundador da empresa, sendo que quando houve o retorno deste à direção da empresa, ocorreram algumas mudanças de direcionamento de marketing do grupo.

Durante toda a construção do instrumento que rege a relação entre as PARTES, foi informado à CONTRATANTE a existência de eventos e festivais onde o ANUENTE já exercia e continuaria a exercer sua principal atividade artística, que é de DJ, patrocinados por outras marcas, como por exemplo: o Rodeio de Jaguariúna, a Festa do Peão de Barretos, o Camarote N1, Rock in Rio e o Grande Prêmio do Brasil de Fórmula1, sendo anuído pela CONTRATANTE e apenas estabelecido que nestes casos o ANUENTE estaria proibido de participar de ações publicitárias de produtos ou marcas concorrentes. O que, evidentemente, nunca aconteceu.

Maiores tratativas deste assunto serão tratados exclusivamente nos autos da ação.”

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

#PUBLICIDADE#

Mais Lidas

DO SERTÃO AO LITORAL: A agenda de shows do São João 2022 nos municípios da Paraíba

Depois de dois anos sem os grandes eventos públicos de São João, a Paraíba se prepara para dançar muito...

ENQUETE F5: Se as eleições fossem hoje Pedro Cunha Lima seria o novo governador da Paraíba

O programa F5 da Rádio POP FM realizou uma enquete com os ouvintes e expectadores que acompanharam a transmissão pelo YouTube da edição desta...

DATAVOX: João Azevêdo lidera com 40,7% das intenções de voto na 1ª pesquisa para governo da PB em 2022

Realizada em parceria entre o Instituto Datavox e o portal PB Agora, a pesquisa aponta o deputado federal Pedro Cunha Lima (PSDB) em segundo lugar, com 14,2%. Em seguida vem o senador Veneziano Vital (MDB), com 6,6%, o ex-prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo (PT) com 5,9%, Nilvan Ferreira (PTB) com 3,2% e a vice-governadora do estado, Lígia Feliciano (PDT) com 1%. Indecisos somam 20,3%, enquanto brancos e nulos representam 8,1%.

Clientes da influencer que caiu de prédio lamentam morte e afirmam que ela tomava medicamentos

Clientes, colegas e amigos da influenciadora digital Gabi Garcez têm usado as redes sociais para lamentar a fatalidade registrada nesta terça-feira (7). A empresária era...

VÍDEO: Influencer morre após cair de prédio com mais de 180 metros em João Pessoa

Uma mulher morreu após cair do prédio Tour Geneve na tarde desta terça-feira (7), em João Pessoa. O caso foi registrado no bairro Altiplano. O...
#PUBLICIDADE#

ACHAMOS QUE VOCÊ VAI GOSTAR

#PUBLICIDADE#