26.1 C
João Pessoa

João Pessoa: a terceira cidade mais antiga do Brasil celebra 437 anos

A capital paraibana vem se transformando um dos destinos turísticos mais procurados do paía

João Pessoa está localizada no Ponto Mais Oriental das Américas – a Ponta do Seixas -, por isso é comum ouvirmos a frase: “aqui o Sol nasce primeiro”.

A capital da Paraíba é privilegiada. Sua posição geográfica, a Ponta do Seixas, é o ponto que mais se aproxima do continente africano. Em todas as américas – do Norte, Central e do Sul – os primeiros raios de Sol incidem sobre a Ponta do Seixas, em João Pessoa, Paraíba, localizada na América do Sul.

Leia Também

A capital paraibana vem se transformando um dos destinos turísticos mais procurados do Brasil.

As belas praias urbanas

Apraia de Tambaba – reservada à prática do naturismo – e um Centro Histórico com Igrejas em estilo barroco, como a famosa Igreja São Francisco e o Mosteiro de São Bento – despertam nos turistas brasileiros e estrangeiros a sensação de que é possível unir tradição e desenvolvimento em uma mesma cidade.

No centro da cidade, o Parque da Lagoa, a Bica (Parque Arruda Câmara),a Praça João Pessoa e o Pavilhão do Chá são lugares indispensáveis a qualquer visitante. Esses pontos turísticos possuem bastante área verde e possibilidade de passeios, paradas em quiosques para lanche e a certeza da produção de belas imagens para o álbum de fotografia.

Outro ponto que merece atenção é o Centro Histórico, incluindo o Hotel Globo, de onde se vê o Rio Sanhauá, afluente do Rio Paraíba, local onde a cidade nasceu.

Com população estimada em 825.796 habitantes, João Pessoa é a oitava cidade mais populosa da Região Nordeste e a 23ª do Brasil. Se considerarmos a Região Metropolitana de João Pessoa, que envolve mais 11 municípios vizinhos, como Cabedelo, Bayeux, Santa Rita, Conde e Mamanguape – a população estimada em 2018 já ultrapassava 1 milhão de habitantes.

Paraíso tropical

A capital paraibana conta com um litoral de cerca de 24 quilômetros de extensão, nove praias só no município, fora as praias da Região Metropolitana, a exemplo da cidade de Cabedelo, da cidade e de Lucena e do distrito de Jacumã, no município de Conde, onde se localiza a Praia Naturista de Tambaba.

As praias urbanas têm, como características, praias de areias brancas e águas cristalinas. Existe o Projeto Tartarugas Urbanas, que atua nas praias do Bessa e Intermares, área onde ocorre a desova da tartaruga-de-pente, cenário de preservação ambiental. A praia de Intermares, em Cabedelo, também é conhecida como a praia do Surf e o local sedia campeonatos nacional e internacional de Surf.

Dentre as principais praias, merece destaque a Praia do Cabo Branco e a mais famosa de todas que é a Praia de Tambaú, com cerca de 8 quilômetros de extensão, sendo composta de areia batida e fina, com águas de cor verde-azulada, e também a Praia de Manaíra, uma praia totalmente urbana, formada por recifes, o que torna as suas ondas fracas, e por águas claras no verão. É ponto de vários quiosques e bares, contando com quadras de esportes na sua orla.

Foto: Reprodução

Como tudo começou

No dia 5 de agosto de 1585, os colonizadores portugueses fundaram a “Cidade Real de Nossa Senhora das Neves” numa colina às margens do rio Sanhauá, um afluente do rio Paraíba. Em 1588, a cidade adquiriu o nome de “Filipeia de Nossa Senhora das Neves”, em homenagem ao rei Filipe que, na época, acumulava os tronos da Espanha e de Portugal.

Logo após a sua conquista pelos Países Baixos, a cidade passou a se chamar Frederikstad, a partir de 1634. Depois do declínio da Nova Holanda, e com a saída dos neerlandeses (1654), tornou-se comum referir-se à cidade pelo nome de “Cidade da Parahyba”.

A denominação atual, “João Pessoa”, é uma homenagem ao político paraibano João Pessoa Cavalcanti de Albuquerque, assassinado em 1930 na cidade do Recife, quando era presidente do estado e concorria, como candidato a vice-presidente da República, na chapa de Getúlio Vargas.

O fato causou grande comoção popular, sendo o estopim da Revolução de 1930, embora se discuta se realmente houve motivação política no ato, que foi executado por João Dantas, advogado cujo escritório fora invadido por tropas governamentais, tendo sido suas cartas à professora Anayde Beiriz trazidas a público.

F5 Online com colaboração da Agencia de Noticias das Favelas

 

#PUBLICIDADE#

Mais Lidas

Pesquisa OPUS: João Azevedo cai e Pedro encosta. Nilvan e Veneziano empatam

Pesquisa do Instituto Opus, contratada pelo Portal da Capital, traz os primeiros números do atual cenário da corrida eleitoral...

Instituto Opus: Ricardo Coutinho lidera primeira pesquisa para o senado na Paraíba; Efraim cresce

Pesquisa do Instituto Opus, contratada pelo @portaldacapital, traz os primeiros números da Paraíba sobre a disputa ao Senado Federal. O levantamento realizou mil entrevistas...

Debate na Paraíba: Pedro Cunha Lima é o nome mais buscado na web durante o primeiro debate entre candidatos ao Governo

O primeiro debate para o Governo da Paraíba das Eleições 2022, realizado na noite deste domingo (7), trouxe à tona a forte disputa dos...

Resultado de pesquisa para governador da Paraíba já tem data para ser divulgada; veja

A corrida eleitoral para governador e senador na Paraíba vai ter a primeira pesquisa contratada pelas TVs Paraíba e Cabo Branco, que compõem a...

ENQUETE F5: Ricardo Coutinho lidera preferência na disputa ao Senado pela Paraíba

Enquete realizada pelo portal F5 Online sobre intenção de voto para os candidatos ao Senado na Paraíba mostra o ex-governador Ricardo Coutinho (PT) na...
#PUBLICIDADE#

ACHAMOS QUE VOCÊ VAI GOSTAR

#PUBLICIDADE#