João Pessoa 23.13ºC
Campina Grande 20.9ºC
Patos 26.43ºC
IBOVESPA 119630.44
Euro 5.8392
Dólar 5.441
Peso 0.006
Yuan 0.7497
Jornalista Heron Cid explica porque escolheu disputar a Câmara Federal
04/07/2022 / 16:46
Compartilhe:

O jornalista Heron Cida, pré-candidato a deputado federal pelo PSB, revelou que escolheu disputar uma vaga na Câmara Federal, e não na Assembleia Legislativa, por perceber que as decisões mais importantes estão cada vez mais concentradas em Brasília. Heron deixou claro que não é nenhuma forma de menosprezo à Casa Epitácio Pessoa.

“Em tese, seria mais fácil tentar a Assembleia, mas o debate hoje é nacional, o que muda a vida das pessoas hoje, sem nenhum demérito para o papel da Assembleia Legislativa, é em Brasília. É lá onde está sendo discutido o ICMS, o preço da gasolina, questões da legalização disso e daquilo outro, é onde a vida das pessoas está acontecendo mesmo. Os deputados estaduais tem um papel importante, porém, cada vez menos com menos prerrogativas. E eu não quero um gabinete, não quero o poder, não quero um instrumento de barganha, eu quero contribuir com o meu país”, explicou.

Heron se disse consciente dos desafios que vai encontrar e das críticas que virão por estar ingressando na política. Ele pontuou que esse é mais um projeto a ser colocado em prática e que precisou ser analisado por vários meses. “Não foi fácil e nos últimos seis meses dialoguei muito com Deus, pedi força, pedi coragem pra entender e enfrentar esse novo momento. Tenho uma vida de renúncias, sempre pensando na frente”, declarou, durante entrevista ao programa F5online da rádio Pop FM.

Heron lembrou que um dos episódios de sua vida profissional que decidiu fazer uma escolha para seguir pensando alto foi quando ingressou na rádio Pop. “Deus me deu uma direção de fazer um programa autônomo, independente, não maior nem menor, mas de como eu enxergo o jornalismo, e fizemos, em uma emissora que naquele momento, pouquíssimas pessoas acreditavam. E eu fui… Durante dois anos e meio, aquele programa, as 6h00, por obra e graça de Deus, chegamos a 25 emissoras de rádio em conexão na Paraíba”, destacou.

O jornalista informou que se filiou ao PSB depois de um convite do governador João Azevedo (PSB), ao qual fez elogios. “Existe um novo PSB presidido por Gervásio, e a liderança de João, que conjuga o verbo do nós, sem arrogância, sem se achar dono da verdade, decidi me filiar pela afinidade, pelo perfil moderado dele, que não tem um projeto de poder pelo poder, sem vaidades”, afirmou.

Confira a entrevista completa: