João Pessoa 30.13ºC
Campina Grande 27.9ºC
Patos 34.5ºC
IBOVESPA 124729.4
Euro 5.6025
Dólar 5.1645
Peso 0.0058
Yuan 0.7135
Juiz do TRE nega pedido para remover do ar guia eleitoral com Pedro Cunha Lima
29/08/2022 / 13:48
Compartilhe:

O juiz eleitoral Rogério Roberto Gonçalves de Abreu, do Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba (TRE-PB), negou um pedido de liminar apresentado pela coligação Direito ao Futuro (Federação PSOL/REDE/UP) para tirar do ar um vídeo de guia eleitoral do candidato ao governo do estado, Pedro Cunha Lima (PSDB).

No vídeo, veiculado pela primeira vez em TV na sexta-feira (26), Pedro aparece interagindo com um garoto de oito anos, morador da comunidade Iraque, em João Pessoa.

Segundo a petição, o material viola os princípios do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) por expor um menor em situação de vulnerabilidade e afronta “a dignidade da criança R., 8 anos, cuja imagem foi constrangedoramente explorada no guia do PSDB. Pedimos retirada da peça do ar, multa e proibição de nova veiculação”, afirmou o advogado da coligação e candidato a deputado estadual, Olímpio Rocha (PSOL).

Em sua decisão, o juiz Rogério Roberto Gonçalves de Abreu, auxiliar da Propaganda Eleitoral, diz que “desde que a imagem não apresente conotação imprópria (v.g., veiculação de imagem que contenha ‘cena de sexo explícito ou pornográfica’ envolvendo criança ou adolescente – ainda que esta seja apenas ‘simulada’ o que caracterizaria crime) e que haja o ‘consentimento esclarecido’ da criança/adolescente por meio de seus pais ou responsáveis, não penso haver qualquer vedação legal”.

Diz ainda que a coligação não conseguiu comprovar uma ausência de autorização dos responsáveis pelo garoto e que “em momento algum a criança é representada como em situação de risco causado por abandono ou práticas ilícitas de seus responsáveis, nem tampouco como em situação de rua ou mesmo como vítima de quaisquer fatores relacionados a sua inclusão familiar”.

Confira: