João Pessoa 24.13ºC
Campina Grande 21.9ºC
Patos 22.79ºC
IBOVESPA 127411.55
Euro 5.5664
Dólar 5.1442
Peso 0.0058
Yuan 0.71
Milagre Sertão promove campanha de arrecadação para ação solidária no Curimataú
21/09/2023 / 14:29
Compartilhe:

O projeto Milagre Sertão está em fase de arrecadação para a próxima ação solidária. Com a ajuda voluntária, a iniciativa pretende beneficiar mais de 100 famílias de Serrote Baixo, comunidade rural de Algodão de Jandaíra, no Curimataú paraibano. A ação acontece nos dias 20, 21 e 22 de outubro.

Entre as atividades programadas para serem realizadas na comunidade, está a distribuição de cestas básicas para as famílias cadastradas na ação. Para esse propósito, o Milagre Sertão conta com a ajuda de doações. A meta é captar recursos para 115 cestas básicas até outubro. “Estamos ansiosos para realizar mais uma grande ação na comunidade de Serrote Baixo e contamos com a participação das pessoas para conseguirmos os donativos que faltam”, incentivou Rodrigo Bittencourt, voluntário do Milagre Sertão.

Nutrindo vidas – Para esta ação, cada contribuição de R$70,00 possibilita a doação de uma cesta básica completa às famílias rurais da região. Para participar, a doação pode ser feita por meio da chave PIX 17.803.943/0001-55, correspondente ao CNPJ da ONG responsável. Já as doações físicas podem ser feitas presencialmente com o corpo de voluntários do projeto, pelo direct do instagram do Milagre Sertão (@milagresertao) ou nos pontos de arrecadação: no Slow Hostel e na loja Dezapegany localizados no bairro de Manaíra, e na loja Mais Extintores, no bairro do Miramar. As demais doações podem ser feitas pelo site www.milagresertao.org ou adquirindo algum produto na lojinha (@lojinhadomilagre).

Sobre o Projeto Milagre Sertão — Criado em 2013 com o intuito de atender famílias desassistidas do interior paraibano, o Projeto Milagre Sertão tem sede em João Pessoa (PB) e atende famílias sem recursos no interior nordestino e promove soluções sustentáveis contra os efeitos da seca. A implantação de cisternas e a realização de cursos de capacitação para melhor aproveitamento de recursos naturais, doações de alimentos, roupas, brinquedos, atendimento médico e odontológico, produtos de necessidades básicas, recreação e oficinas de artesanato são algumas das iniciativas do projeto nas comunidades atendidas. Em dez anos de atuação, o projeto já atendeu mais de 20 cidades, alcançando mais de cinco mil pessoas.