João Pessoa 28.13ºC
Campina Grande 22.9ºC
Patos 30.35ºC
IBOVESPA 127132.86
Euro 5.8367
Dólar 5.4207
Peso 0.0059
Yuan 0.745
Ministério da Justiça monitora para possíveis planos de ataques às instituições no dia 8/1
26/12/2023 / 16:59
Compartilhe:

O Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP) monitora a movimentação para nos atos antidemocráticos em Brasília no dia 8 de janeiro de 2024. Em entrevista coletiva realizada nesta terça-feira (26), o secretário-executivo Ricardo Cappelli ressaltou que as forças de segurança têm “monitorado ameaças e possíveis ataques às instituições”.

O governo vai realizar um grande evento, com a presença de chefes dos Três Poderes, para relembrar a data na qual o Brasil sofreu tentativa de golpe. Nesse contexto, todos os esforços se concentram para evitar situação similar à de 2023, quando apoiadores do ex-presidente Jair Bolsonaro invadiram o local e quebraram os espaços.

“O Brasil é um país livre, democrático. Manifestações são normais. O que a gente tem monitorado são ameaças, ataques às instituições. Até o momento, não há nada que preocupe. Reuniões técnicas serão feitas até dia 4 de janeiro, quando será assinado plano para a segurança do dia 8”, afirmou o secretário-executivo.

O gestor informou ainda que, além das polícias legislativa e judicial, da Polícia Militar do DF, da Polícia Federal e da Força Nacional, “a PRF está de prontidão, em sintonia com a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) e vai, daqui até o dia 8, monitorar qualquer movimentação atípica relacionada a atos que ameacem os Poderes”.

Uma das lideranças que estará de fora dessa cerimônia é o governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha (MDB), que foi afastado do cargo durante as investigações iniciais dos crimes cometidos Na data, o gestor estará de férias em Miami, nos Estados Unidos, segundo a assessoria. Ele viaja dia 28 de dezembro e retorna somente em 15 de janeiro.

Agência Brasil