João Pessoa 27.13ºC
Campina Grande 21.9ºC
Patos 29.5ºC
IBOVESPA 120340.3
Euro 5.8572
Dólar 5.4557
Peso 0.006
Yuan 0.7517
Atos obscenos: ‘Arthur, o Urso’ é intimado para depor à Polícia Civil nesta terça-feira
09/04/2024 / 08:10
Compartilhe:
Influenciador e esposas deverão prestar esclarecimentos na Polícia Civil da Paraíba por crime de ato obsceno em espaço público

A promotora de Justiça do Ministério Público da Paraíba (MPPB), Cláudia Cabral instaurou um procedimento de notícia de fato para acompanhar a investigação policial relacionada a atos obscenos que teriam sido praticados por um influenciador digital e por mulheres com as quais convive, na orla marítima de João Pessoa.

O Ministério Público da Paraíba afirma que, a partir do vídeo divulgado em rede social, a representante do MPPB determinou que a Delegacia Geral de Polícia Civil fosse oficiada e solicitou que o órgão de segurança pública designasse um delegado para “a abertura do procedimento policial próprio e a investigação dos fatos em todas as suas circunstâncias, contra as pessoas identificadas pelos perfis das redes sociais”.

Conforme Cláudia Cabral, que tem atuação na área criminal de João Pessoa, esse procedimento policial deve ser distribuído a uma das varas criminais da capital, e o seu número de distribuição deverá ser informado à promotoria, no prazo de 15 dias, para que o MPPB faça esse acompanhamento.

Segundo ‘Arthur, o Urso’, o vídeo gravado na orla seria usado para promover um reality chamado “Mansão do Urso”, sua nova empreitada. Nas imagens, ele e um grupo de cerca de oito mulheres aparecem passeando em triciclos turísticos, sendo que, enquanto o modelo está vestido, as mulheres surgem seminuas e em alguns momentos exibem partes íntimas em público.

O secretário de segurança do estado, Jean Nunes confirmou que o influencer paraibano deverá depor à Polícia Civil para responder pelo crime de ato obsceno em espaço público. De acordo com a delegada Andrea Melo, a pena prevista é de até 1 ano. As mulheres que participaram do desfile também estão sendo investigadas.

Depoimento nesta terça-feira

Arthur afirmou que recebeu uma intimação para comparecer nesta terça-feira (9/4) em uma unidade da Polícia Civil e deverá prestar esclarecimentos sobre o caso.

Receba as notícias do F5Online no WhatsApp