João Pessoa 29.13ºC
Campina Grande 28.9ºC
Patos 33.36ºC
IBOVESPA 124305.57
Euro 5.6025
Dólar 5.1707
Peso 0.0058
Yuan 0.7135
Morre Guilherme de Pádua, ex-ator condenado pelo assassinato de Daniella Perez
07/11/2022 / 07:18
Compartilhe:

Guilherme de Pádua, ex-ator e pastor, condenado pelo assassinato da atriz Daniella Perez, morreu na noite deste domingo (06.11), vítima de infarto, em Belo Horizonte, Minas Gerais.

A informação foi compartilhada inicialmente pelo líder da Igreja Batista da Lagoinha, pastor Márcio Valadão. Através de uma live, Márcio contou que recebeu a informação pouco antes das 22h, através do telefonema de uma irmã falando sobre a morte de um dos pastores da igreja.

“Ele praticou aquele crime tão terrível com a Daniella Perez, foi preso, cumpriu a pena todinha e se converteu. Era uma lagarta e virou borboleta. Mas agora quando eu tava lá embaixo, pra subir pra vir fazer a live, chegou a notícia. Ele dentro de casa agora, caiu e morreu. Morreu agora, agorinha. Acabou de morrer”, relatou o pastor.

Guilherme de Pádua nasceu em Belo Horizonte e se mudou para o Rio de Janeiro no final dos anos 1980 para iniciar carreira no meio artístico. Em 1992, interpretou o personagem Bira na novela “De Corpo e Alma”, da TV Globo. Seu personagem fazia par romântico com Yasmin, vivida pela atriz Daniella Perez, filha da autora da novela, Glória Perez. No decorrer das gravações, Pádua assassinou a colega de elenco com a ajuda da ex-mulher, Paula Nogueira Thomaz.

Ele foi condenado a 19 anos de prisão. Mas, sete anos depois, em 1999, deixou o presídio, na época em condicional. Em liberdade, tornou-se pastor e atuava com ex-presidiários na Igreja Batista da Lagoinha. Em 2022, o caso Daniella Perez virou uma série documental lançada pela HBO Max, intitulada “Pacto Brutal”.