João Pessoa 28.13ºC
Campina Grande 25.9ºC
Patos 35.11ºC
IBOVESPA 124788.16
Euro 5.6058
Dólar 5.1726
Peso 0.0058
Yuan 0.7142
MPF pede afastamento do diretor da PRF e condenação por improbidade administrativa 
15/11/2022 / 14:43
Compartilhe:

O Ministério Público Federal no Rio de Janeiro (MPF-RJ) pediu, nesta terça-feira (15), o afastamento do diretor da Polícia Rodoviária Federal (PRF), Silvinei Vasques, por 90 dias. O órgão argumenta que ele fez uso indevido do cargo, incluindo pedidos irregulares ao presidente Jair Bolsonaro, durante o processo eleitoral.

“A vinculação constante de mensagens e falas em eventos oficiais, entrevista a meio de comunicação e rede social privada, mas aberta ao público em geral, tudo facilmente acessível na internet, sempre associando a própria pessoa do requerido à imagem da instituição PRF e concomitantemente à imagem do Chefe do Poder Executivo federal e candidato a reeleição para o mesmo cargo, denotam a intenção clara de promover, ainda que por subterfúgios ou mal disfarçadas sobreposição de imagens, verdadeira propaganda político-partidária e promoção pessoal de autoridade com fins eleitorais”, escreveu o Ministério Público.

Na véspera do segundo turno das eleições para presidente, no último dia 29 de outubro, Silvinei pediu votos ao candidato à reeleição. Além disso, durante o período de votação, a PRF realizou diversas blitzes no país, em especial na região Nordeste. Contrariando determinação da Justiça, agentes pararam ônibus que faziam transporte gratuito de eleitores.

F5 Online com informações de G1