João Pessoa 23.13ºC
Campina Grande 21.9ºC
Patos 21.97ºC
IBOVESPA 126548.34
Euro 5.8882
Dólar 5.4714
Peso 0.006
Yuan 0.7527
Mulher afirma ter sido dopada e estuprada dentro de motel em Campina Grande
26/12/2023 / 08:39
Compartilhe:

Uma mulher, acompanhada de duas crianças, afirma ter sido ameaçada com faca, dopada e estuprada dentro de um motel na cidade de Campina Grande. O caso foi registrado neste fim de semana de Natal.

Segundo informações repassadas pela Polícia Militar, os dois estavam vivendo uma relação extraconjugal e, após uma festa natalina, o homem convidou a mulher para dar uma volta e levou as crianças dela junto, dizendo ter presentes para entregar.

A suposta vítima relata que, ao entrar no carro, o suspeito chegou a apontar uma faca para a sua cintura, impelindo-a a ir para um ‘canto mais tranquilo’. Ela teria recusado e alegado que estava na companhia dos filhos, mas mesmo assim o homem continuou insistindo, levando-a para um motel.

Os menores estavam no banco traseiro do carro e, segundo a mulher, o vigilante do estabelecimento só viu o casal na entrada, deixando todos entrarem.

Após entrarem, continua a mulher, ela tomou uma água e a partir daí apagou. Quando acordou, estava no carro despida, suja, e as crianças estavam dentro do quarto em cima da cama.

Ela afirma não ter consentido em momento algum e ter sido vítima de estupro. Ainda conforme o relato, na hora em que acordou ela tentou pegar o celular, que estava em baixo do banco do carro, correu até a recepção e conseguiu acionar a polícia. Também diz ter sido ameaçada pelo suspeito ao acordar e pedir o socorro.

O homem, que tem 43 anos e é motorista, disse que conheceu a mulher em um bar há cerca de cinco meses e que ela teria solicitados os presentes e queria dar uma volta. Ele foi preso e encaminhado para a carceragem da central de polícia de Campina Grande.

O advogado do suspeito, Matheus Pinto, disse à imprensa que ele confirma ter mantido relações com a suposta vítima, mas que tudo teria sido consentido.

Ao chegar na delegacia, a mulher chegou a desmaiar. O Conselho Tutelar foi acionado para dar assistência a ela e aos menores. A vítima foi conduzida para exame de corpo de delito e a polícia realiza oitivas com os envolvidos no caso.